O atual presidente do Vasco da Gama, Eurico Miranda, já havia anunciado na última semana que daria alguns presentes de natal e ano novo para a torcida vascaína. Cumprindo essa promessa, o Vasco anunciou na madrugada deste Natal o seu primeiro presente para a torcida vascaína e o primeiro reforço do clube carioca para 2017, o meio-campista argentino Damián Escudero, que estava no Puebla, do México.

Imagem divulgada pelo Vasco da contratação de Escudero.

Imagem divulgada pelo Vasco da contratação de Escudero.

O anúncio da contratação foi feito através da rede social e do site oficial do Vasco da Gama, onde o clube lembrou que o jogador de 29 anos é conhecido no futebol brasileiro por ter passado por clubes como Grêmio, Atlético Mineiro e Vitória, conseguindo bons desempenhos em todas as equipes. “O meia Escudero, ex-Seleção Argentina sub-20 e sub-23, Grêmio, Atlético-MG e Vitória, que atualmente estava no Puebla, do México, é o primeiro dos reforços que serão anunciados nesta fase de festas natalinas e virada do ano”. Na sequência, o clube ainda lembra que já tem negociações em andamento com outros jogadores, porém, nada foi confirmado. Em seu site, o Vasco anuncia que em breve deverá anunciar a contratação desses outros jogadores como outros presentes para a torcida vascaína, que sofreu durante esse ano com a campanha do Vasco dentro da Série B do Campeonato Brasileiro, onde a equipe chegou a ser líder no primeiro turno, mas acabou perdendo rendimento e por pouco não conseguiu o acesso para a elite do futebol brasileiro. “Negociações muito avançadas com outros jogadores continuam e devemos concretizá-las na próxima semana”.

Damían Escudero é nome conhecido pelo gerente de futebol do Vasco da Gama, Anderson Barros, ex-dirigente do Vitória que trabalhou com o jogador na sua época dentro do clube rubro-negro. Além disso, o atual treinador do Vasco, Cristóvão Borges, já havia aprovado a contratação do meio-campista. Essa é uma das posições mais procuradas pelo Vasco no mercado da bola neste fim de ano, tendo um forte interesse da contratação do meio-campista Diego Souza, que atualmente defende o Sport e que dificilmente deixará a equipe pernambucana, onde se identificou com a torcida e conseguiu bons resultados dentro do Campeonato Brasileiro.

Meia Escudero

Escudero atuando pelo Vitória, clube em que é ídolo.

Escudero atuando pelo Vitória, clube em que é ídolo.

O meia atacante argentino Damián Ariel Escudero está atualmente com 29 anos e estava atuando pela equipe mexicana Puebla em 2016. Escudero foi uma grande promessa do futebol argentino, suas características são semelhantes ao jogado no futsal, com velocidade, dribles e um toque de bola rápido e preciso. Despontou no futebol profissional estreando pela equipe Vélez Sársfield em 2005 com 18 anos e logo foi convocado para servir a seleção argentina Sub-20, fez parte do elenco vencedor do Campeonato Mundial Sub-20 em 2007. Logo o garoto chamou a atenção de vários grandes clubes europeus e em 2008 foi comprado pelo clube espanhol Villarreal por 12 milhões de euros. No mesmo ano foi emprestado para outro clube espanhol, o Valladolid, onde jogou apenas 15 partidas em toda a temporada 2008/09. Sem espaço na Europa, Escudero voltou para o futebol argentino, desta vez para atuar pelo Boca Juniors, clube que comprou 50% dos seus direitos. No Boca Juniors não deu sorte novamente, após várias lesões, acabou sendo o reserva de Juan Roman Riquelme, praticamente a temporada toda, disputando apenas 13 partidas.

O Boca Juniors não aproveitando Escudero, acabou emprestando o jogador para o Grêmio em 2011, onde Escudero conseguiu jogar 42 jogos e marcar 5 gols. Em 2012, foi emprestado para o Atlético Mineiro, onde jogou 40 jogos e marcou 4 gols, ajudando o time a conquistar o Campeonato Mineiro daquele ano. Em 2013, foi emprestado para o Vitória da Bahia, que retornava para a Série A depois de dois anos jogando a Série B. Na temporada de 2013, o Vitória fez a melhor campanha de um clube baiano e com grandes atuações de Escudero, que logo foi abraçado pela torcida e virou ídolo. Ao final de 2013, a diretoria do Vitória adquiriu 100% dos direitos federativos e 40% dos direitos econômicos do jogador e renovou seu contrato até o fim de 2015, quando o clube tentou renovar  o contrato do jogador, mas não conseguiu e Escudero deixou o clube. Em 2016 Escudero atuou pelo Puebla do México em poucos jogos e agora volta ao Brasil para jogar pelo Vasco da Gama em 2017.