O Santa Cruz anunciou na tarde da última sexta-feira (09) a rescisão de contrato com o atacante Grafite, artilheiro da equipe no Campeonato Brasileiro com 13 gols marcados. O experiente jogador já viajou para o exterior e não disputará a última rodada da Série A do Campeonato Brasileiro, onde o Santa Cruz enfrentará fora de casa o São Paulo, às 17hrs.

Atacante Grafite.

Atacante Grafite.

Grafite já tinha renovado o seu contrato com o Santa Cruz em julho desse ano, assinando um novo contrato com validade até dezembro de 2017. Porém, nesse novo contrato do atacante havia uma cláusula que permitia a rescisão automática do vínculo caso o Santa Cruz fosse rebaixado para a segunda divisão do futebol brasileiro, o que acabou acontecendo, já que atualmente, a equipe pernambucana ocupa a décima nona colocação, estando três pontos a frente do último colocado. Além disso, havia também uma cláusula que permitia que o jogador deixasse o clube sem pagar nenhuma multa caso recebesse uma proposta vantajosa de algum outro clube, seja brasileiro ou não, o que provavelmente aconteceu, já que alguns clubes do Brasil demonstraram interesse em contratar Grafite para a temporada de 2017. O atual presidente do Santa Cruz, Alírio Moraes, falou sobre a rescisão, afirmando que o atacante comunicou a diretoria da equipe sobre algumas propostas que havia recebido. “Tivemos uma reunião ontem. Ele (Grafite), com sua postura sempre correta, ética, cumpridor de seus compromissos, nos comunicou do interesse de outros clubes. Não poderia ter tido outro comportamento. Grafite nos ajudou muito, foi fundamental nas conquistas que tivemos. Mas não teríamos condição de manter um jogador desse nível financeiro com o orçamento projetado para o ano que vem. Fica muita gratidão por ele ter aceitado nosso desafio, emprestado a credibilidade que tem ao clube e pela importância dele nas nossas conquistas”.

Pouco antes do Natal, Grafite deverá voltar para Recife, quando acertará os últimos detalhes da rescisão do seu contrato com a equipe e estará livre para acertar com outro clube.

Passagem pelo Santa

Grafite jogando pelo Santa Cruz.

Grafite jogando pelo Santa Cruz.

O atacante Grafite passou pelo Santa Cruz duas vezes durante toda a sua carreira, atuando pela equipe pela primeira vez entre os anos de 2001 e 2002, porém, sem nenhum sucesso. Já a sua segunda passagem pela equipe começou em meados de 2015, quando depois de uma passagem pelo Al-Sadd do Catar, recebeu propostas para atuar pela equipe pernambucana, acertando o seu contrato em 30 de junho do mesmo ano. Chegando para disputar a Série B do Campeonato Brasileiro, Grafite ajudou o Santa Cruz a ficar na segunda colocação da competição, dentro da zona de acesso para a Série A do ano seguinte, marcando sete gols nas quinze partidas que disputou no ano.

Já em 2016, o atacante pode ajudar mais o Santa Cruz, conquistando a Taça Chico Science, a Copa do Nordeste e o Campeonato Pernambucano, onde foi eleito o craque da competição. Pela Série A do Campeonato Brasileiro, o atacante Grafite teve um ótimo começo, marcando dois gols em cada uma das três primeiras partidas disputadas pelo Brasileirão, ajudando a equipe a liderar a competição por algumas poucas rodadas. Na sequência do ano, porém, a equipe caiu de rendimento, chegando a ficar sete jogos sem vencer e começando a se aproximar da zona de rebaixamento. Grafite continuou marcando gols, sendo atualmente o vice-artilheiro da competição, com 13 gols marcados, um atrás de Fred. Porém, o Santa Cruz não conseguiu manter-se bem no Brasileirão e acabou sendo rebaixado, dando fim a segunda passagem do atacante pelo seu clube de coração.

Carreira do atacante

Grafite jogando pelo São Paulo.

Grafite jogando pelo São Paulo.

Além de passar pelo Santa Cruz, o atacante Grafite já passou por vários outro clubes, brasileiros ou estrangeiros. Os primeiros três anos da sua carreira como jogador de futebol foram no futebol brasileiro, atuando por Matonense, Ferroviária, Santa Cruz e Grêmio, todas passagens sem títulos. Em 2003, o brasileiro chegou ao Anyang Cheetahs, da Coréia do Sul, voltando ao Brasil no mesmo ano para defender o Goiás. Já em 2004, Grafite chegou ao São Paulo, onde teve uma ótima passagem, conquistando o Campeonato Paulista, a Copa Libertadores e o Mundial de Clubes, todos em 2005.

Na sequência da sua carreira, ainda passou pelo Le Mans, da França, e pelo Wolfsburg, da Alemanha, onde novamente conquistou títulos, dessa vez o Campeonato Alemão 2008/09. Entre os anos de 2011 e 2014, passou pelo Al-Ahli, dos Emirados Árabes Unidos, onde conquistou mais títulos para a sua carreira, vencendo a Copa do Presidente de 2012/13, o Campeonato Emiratense de 2013/14, a Liga do Golfo Árabe de2013 e a Supercopa dos Emirados Árabes Unidos de 2011/12 e 2013/14. Antes de voltar ao Santa Cruz, Grafite ainda passou pelo Al-Sadd, do Catar, sem conquistar nenhum título.

Boas Apostas!