Com a temporada 2016/17 chegando à sua metade, o clube alemão Wolfsburg confirmou na véspera do Natal a negociação de um dos seus principais jogadores, o atacante Julian Draxler, de apenas 23 anos, que defenderá em 2017 o clube francês Paris Saint-Germain.

Atacante Julian Draxler.

Atacante Julian Draxler.

O anúncio oficial da transferência foi feito pelo clube alemão no último sábado (24), na véspera do Natal, quando publicou um comunicado oficial anunciando oficialmente a saída do atacante. O jogador deverá deixar o Wolfsburg em janeiro, quando viajará para Paris para defender seu novo clube, Paris Saint-Germain, mais conhecido apenas como PSG, no restante da temporada 2016/17. De acordo com o jornal francês L’Équipe, a negociação girou em torno dos € 36 milhões (R$ 125 milhões). “Nós tivemos algumas conversas muito intensas, mas também construtivas, com o Paris Saint-Germain, Julian Draxler e seu empresário nos últimos dias. Estamos confiantes que chegamos a uma conclusão satisfatória para todas as partes”, afirmou o diretor esportivo do Wolfsburg, Olaf Rebbe. O atual treinador da equipe alemã, Valérien Ismael, lamentou a saída do jogador, que era titular absoluto no ataque do Wolfsburg. “Claro que estou triste por ver Julian sair, porque ele é um jogador de muito destaque. Ele entregou tudo nas últimas partidas contra o Frankfurt e Gladbach e, mais uma vez, mostrou o quanto este clube significa para ele. Espero que a França seja um novo e grande desafio”.

Aos 23 anos, Julian Draxler já havia despertado o interesse de outros grandes clubes europeus, como o inglês Arsenal e o italiano Juventus, porém, o Wolfsburg teria bloqueado uma venda do jogador no meio desse ano, no verão europeu, o que irritou o atacante alemão. Na atual temporada, o jogador já disputou 14 partidas pelo Campeonato Alemão, não marcando nenhum gol, mas dando duas assistências. Defendendo o Wolfsburg desde meados de 2015, Draxler já disputou ao todo 45 partidas, marcando oito gols.

Carreira ainda no começo

Atacante Draxler jogando pelo Schalke 04.

Atacante Draxler jogando pelo Schalke 04.

O atacante Julian Draxler jogou por alguns clubes durante sua adolescência, passando por BV Rentfort e SSV Buer 07/281, até que em 2001 chegou às categorias de base do Schalke 04. Depois de dez anos, o jogador finalmente estreou como profissional, atuando na partida contra o Hamburgo no dia 15 de janeiro de 2011. Naquele dia, o atacante entrou para a história do Campeonato Alemão, sendo o jogador mais novo a atuar na competição, estando na época com 17 anos. Dez dias depois, Draxler marcou seu primeiro gol como profissional, comemorado nas quartas de final da Copa da Alemanha (DFB Pokal) da temporada 2010/11 contra o Nuremberg, gol esse que deu a classificação para o Schalke 04 para a fase seguinte da competição, que seria conquistada pela equipe. Já o seu primeiro gol marcado no Campeonato Alemão foi feito em abril de 2011, contra o St. Pauli. Permanecendo no Schalke até meados de 2015, o atacante disputou 170 partidas, marcando 30 gols e conquistando dois títulos, a Copa da Alemanha de 2010/11 e a Supercopa da Alemanha de 2011.

Em agosto de 2015, Draxler foi contratado pelo Wolfsburg, também da Alemanha, por cinco temporadas. Naquela temporada, o atacante participou de uma das melhores campanhas do Wolfsburg na Liga dos Campeões, ajudando a equipe a chegar as quartas de final da competição continental, onde foi eliminado pelo Real Madrid, que seria o campeão, por um agregado de 3×2. Durante o pouco mais de um ano que ficou na equipe, o atacante disputou 45 partidas, marcando 8 gols e saindo sem conquistar títulos. Além disso, Draxler também já atuou pela seleção da Alemanha, participando de uma partida da Copa do Mundo de 2014, justamente no 1×7 contra o Brasil, e depois viu sua seleção consagra-se campeã mundial.

Renovação de zagueiro

Alguns dias antes de anunciar a contratação do atacante Julian Draxler, o Paris Saint-Germain havia anunciado a renovação de contrato do zagueiro brasileiro Thiago Silva, que assinou no último dia 22 um novo contrato com validade até junho de 2020. O jogador já tinha um contrato com a equipe francesa que defende desde 2012, esse com validade até meados de 2017, possuindo uma cláusula que tiraria um ano desse contrato caso o PSG não conseguisse classificar-se para a próxima Liga dos Campeões. Porém, o zagueiro, que é considerado um dos melhores na sua função, começou a sofrer com o interesse de alguns grandes clubes italianos, como Juventus e Milan, e por isso o Paris Saint-Germain achou melhor estender o contrato do brasileiro, para mantê-lo no seu elenco, onde é titular absoluto e capitão.

Boas Apostas!