Aconteça o que acontecer até final da sua carreira, Claudio Ranieri ficará para sempre associado ao “conto de fadas” do Leicester na temporada 2015/16 que culminou com a conquista do título inglês. O italiano está de volta à Premier League para orientar o Fulham.

Foto: "Reuters/John Sibley Livepic/File Photo"

Foto: “Reuters/John Sibley Livepic/File Photo”

A primeira experiência de Claudio Ranieri no futebol inglês remonta à temporada 2000/01, data da primeira das quatro épocas que viria a cumprir ao serviço do Chelsea. No entanto, o maior feito do italiano em “Terras de Sua Majestade” seria assinalado na temporada 2015/16, quando contra todas as probabilidades se sagrou campeão ao serviço do Leicester City, abandonando o clube na época esportiva seguinte. Na temporada 2017/18 retornou a França para orientar o Nantes – país pelo qual já tinha passado para liderar o Mônaco – e nessa temporada se encontrava ainda sem clube.

O Fulham retornou nesse ano ao escalão máximo do futebol inglês, mas a experiência não tem corrido nada bem aos “Cottagers” que seguem na última posição com cinco pontos após 12 rodadas. A diretoria do clube entendeu que essa pausa para compromissos de seleções seria a altura ideal para optar por uma troca no comando do time e assim fez: despediu o sérvio Slavisa Jokanovic, responsável por devolver o Fulham ao escalão máximo, e se socorreu dos serviços de Claudio Ranieri, treinador de 67 anos que nessa semana já orientará suas primeiras sessões de treinamento em Craven Cottage depois de ter sido confirmado como novo treinador do clube nessa manhã de quarta-feira (14).

Primeiro teste dentro de dez dias

A estreia de Claudio Ranieri no banco do Fulham está agendada para o próximo dia 24 de novembro, em Craven Cottage, diante do Southampton. O italiano esforçar-se-á por trabalhar o seu time de modo a quebrar uma série de derrotas que atualmente já é de sete jogos. De resto, o Fulham não marcou gols nos últimos quatro encontros que disputou.

Slavisa out

À 12ª rodada, primeiro despedimento na Premier League 2018/19. Até ver, Slavisa Jokanovic foi o único técnico a abandonar o clube nessa edição do principal escalão inglês. Neil Warnock, técnico do time do Cardiff que também está abaixo da linha perigo, é um dos fortes candidatos à segunda “chicotada psicológica” da competição.

Boas apostas!