Patrick Kluivert, lembra dele? O atacante que marcou o gol da vitória do Ajax frente ao AC Milan na final da Liga dos Campeões 1994/95, foi um dos jogadores mais destacados da sua era no futebol holandês. No seu palmarés, destaque para três conquista de três edições da Eredivisie (duas com o Ajax e uma com o PSV), uma Liga dos Campeões e um campeonato espanhol. Hoje, com 40 anos, desempenha a função de diretor de futebol do PSG e vê o seu filho Justin dar os primeiros passos no time sénior do histórico de Amesterdão.

Justin KluivertJustin Kluivert marcou seu primeiro gol com a camisa do time sénior do Ajax aos 17 anos e 318 dias, dez anos e um dia depois do seu progenitor, Patrick Kluivert, ter feito o último gol oficial de uma carreira de sucesso.

Revelado pela excelente base do Ajax de Amesterdão, o jogador nascido em Zandaam que possui duplo passaporte tal e qual seu pai (Holanda/Suriname), tem contrato com os “Godenzonen” até junho de 2019 e vinha jogando com o time de reservas há algum tempo, apesar de sua idade. Destaque na UEFA Youth League ao serviço dos sub-19 com um gol marcado e cinco assistências em seis jogos, estreou nos seniores pela mão do técnico Peter Bosz em  janeiro desse ano. Num cenário propício à integração de jovens como o campeonato holandês, o atacante foi ganhando seu espaço e esta época, com a camisa 45, já participou em nove jogos da Eredivisie. Na Liga Europa teve oportunidade de participar em duas partidas, atuando frente ao Légia de Varsóvia nos 16 avos de final e ao Copenhaga na partida de volta das oitavas. O Ajax segue em prova e Justin espera ter mais oportunidades para mostrar seu futebol. Embora atue maioritariamente pela direita do ataque, sua capacidade de jogar com ambos os pés permite desempenhar todas as funções da frente.

Este domingo, na deslocação à casa do Excelsior Rotterdam, o Ajax não conseguiu melhor que uma igualdade a um gol. Os locais entraram a ganhar, mas Justin Kluivert estabeleceu a igualdade ainda no primeiro tempo, à passagem do minuto 30. A divisão de pontos deixou o Ajax mais longe de seus objetivos, situando-se agora a seis do líder Feyenoord, time que foi ganhar ao terreno do Heerenveen.

Em dia de estreia a marcar, o jovem atacante apareceu ao segundo poste e bateu o registo do pai Patrick, autor do primeiro gol sénior aos 18 anos e 58 dias. Patrick também foi um verdadeiro “rookie”, atendendo à idade precoce com que brilhou, marcando o gol que deu a vitória ao Ajax na Liga dos Campeões com 18 anos e 232 dias. Até hoje, o holandês continua a ser o jogador mais jovem a marcar na final do torneio mais importante da Europa do futebol.

Boas Apostas!