Taffarel, treinador de goleiros da seleção brasileira, vai estar no estádio da Luz para assistir ao Benfica – Borussia Dortmund e observar o goleiro Ederson Moraes. Convocado para a edição centenária da Copa América por Dunga, o jovem de 23 anos faz parte do futuro da “Canarinha”.

Foto: "Getty Images"

Foto: “Getty Images”

A imprensa portuguesa esteve à conversa com Taffarel, ex-internacional pelo Brasil e atual técnico de goleiros que viaja para Portugal para assistir ao jogo de ida das oitavas da Liga dos Campeões entre Benfica e Borussia Dortmund, em Lisboa, ao início da noite de terça-feira. Em entrevista ao jornal português “O Jogo”, Taffarel revelou que as observações se arrastam há algum tempo e que as boas exibições do goleiro com a camisa do Benfica não têm passado ao lado do seleccionador Tite.

Habitual titular na baliza do Benfica, Ederson Moraes se estreou a titular do time principal na reta final da temporada passada, no Alvalade, frente ao rival Sporting. Uma lesão de última hora do também brasileiro Júlio César levou Ederson a jogo e o goleiro manteve sua baliza a zero em jogo decisivo para os “encarnados”, que venceram por uma bola a zero. O técnico Rui Vitória ficou agradado com a exibição e Ederson passou a ser o número 1 na baliza, trabalhando com o experiente Júlio César (hoje com 37 anos) sempre por perto. Na Liga dos Campeões, foi bem importante na campanha do campeão português até às oitavas e até foi decisivo contra os ucranianos do Dínamo de Kiev, no estádio da Luz, ao defender um pênalti na vitória por um a zero. Peça chave no time português, Ederson quer mostrar que pode ser opção regular na “Canarinha” já nas eliminatórias rumo ao Mundial do próximo ano, na Rússia. Taffarel revela, em declarações a “O Jogo”, que o goleiro pode efetivamente fazer parte das opções: “Por aquilo que o Ederson tem mostrado, e a gente já conhece a qualidade dele, logo chegará o momento certo dele. Muito em breve será convocado outra vez para ser analisado”, referiu. Vale lembrar que Ederson chegou a Portugal com idade de juvenil, atuando nas categorias de base do Benfica. Passou pelo Ribeirão, ganhou destaque com o time principal do Rio Ave e sua afirmação chegou no fim da última temporada.

Foto: "Global Imagens"

Foto: “Global Imagens”

Esse duelo com o Borussia Dortmund é mais uma oportunidade para Ederson mostrar suas qualidades à comissão técnica da seleção brasileira. Na fase de grupos da Liga dos Campeões, fez quatro dos cinco jogos, ficando no banco no jogo em que o Benfica sofreu mais gols nessa edição da prova, ao perder no San Paolo para o Nápoles por quatro a dois. No campeonato português, o dono da baliza fez 16 partidas (começou o ano lesionado) e não sofreu gols em 11 desses jogos. No duelo mais recente, com o Arouca na Luz, foi expulso no final do primeiro tempo com vermelho direto, por uma abordagem menos prudente a um lance com um dianteiro contrário. Disponível para essa difícil receção ao Borussia Dortmund, Ederson falhará a ida do Benfica a Braga, na próxima ronda do campeonato português. O brasileiro Jonas está em duvida por lesão, enquanto o compatriota Luisão, capitão das “águias”, vai realizar seu jogo 500 com a camisa do Benfica frente ao Borussia Dortmund.

Apesar de ter sido chamado por Tite para a disputa da Copa América nos Estados Unidos, Ederson ainda não estreou com a camisola da principal seleção brasileira.

Boas Apostas!