As emoções constituem um dos principais fatores lesivos para o desempenho de um apostador: no mundo das apostas esportivas, nervos e ansiedade estão constantemente presentes. No nosso blog encontrará várias análises relativas a erros de apostadores, assim como algumas dicas para que possa ter sucesso em apostas esportivas.

O fator emocional costuma surgir associado a vários erros comuns que levam a perder dinheiro em apostas esportivas, tendo isso em conta, procuraremos aprofundar o tema – controlar esse seu lado pode ser determinante. O grande objetivo de qualquer apostador é conseguir ganhar algum dinheiro extra e fazê-lo de forma consistente, sem descurar a feição lúdica associada. A verdade é que, consoante os ganhos e perdas, as emoções variam e importa saber geri-las para que consigamos aumentar a nossa banca de forma progressiva e sustentada. Assim sendo, vamos tentar definir alguns pontos essenciais para com que as emoções não tenham um efeito negativo em sua vida de apostador.

1- Definir regras, seguir uma estratégia e privilegiar uma boa gestão da sua banca

Este é o ponto de partida para ter sucesso em apostas esportivas e um importante auxílio para que não se deixe levar pelas emoções. Ter uma estratégia bem definida é condição obrigatória para que não tenha um comportamento desviante e acabe, por exemplo, apostando mais do que devia. Antes de começar uma nova temporada, importa estabelecer uma estratégia a seguir. Por exemplo: definir qual o valor da sua banca; em que campeonatos pretende apostar ou qual o valor máximo que pretende gastar em um mês. Porquê? Para prevenir um período de “bad run”. Este conceito se reporta ao momento a partir do qual você entra em uma sequência negativa – no fundo, um período em que, por mais que aposte, não consegue acertar. Se você tiver sua estratégia bem definida, poderá prevenir perdas avultadas em períodos de “bad run” que fazem parte da vida de qualquer apostador.

Um outro ponto essencial é planejar bem: recolher o máximo de informação sobre os eventos nos quais se prepara para apostar, estudar muito bem e definir em quem (ou em que) pretende apostar. Ter disciplina e saber analisar muito bem cada partida pode ser importante para evitar grandes perdas, embora, relembramos, o esporte não seja linear ou lógico. Ainda assim, acreditamos que o estudo sempre nos aproxima do sucesso.

É factual que as perdas nos colocam mais em baixo, deixando-nos dececionados e tristes. Como tal, deve fazer uma boa gestão de banca para, em caso de perda, não sentir tanto impacto em sua banca. O momento da perda implica maior controle de emoções e não se deve deixar levar por pensamentos negativos ou ficar abalado. Ouvir a “razão”, ser objetivo e encontrar o equilíbrio emocional é essencial. Por vezes, distanciarmo-nos por umas horas ou dias da apostas é a resposta, dado que nosso discernimento sairá afetado pela perda e a vontade de de recuperar o montante perdido falará mais alto. Qualquer apostador já passou por isso: perder uma aposta e ir imediatamente em busca de recuperar o montante perdido, muitas vezes investindo em cenários com os quais não está familiarizado. Aí, o valor das odds costuma falar mais alto e, não raras vezes, o apostador sobe até a stake e se presta a um risco que não estaria disposto a correr se não tivesse passado pela perda anterior. Manter a sobriedade é fundamental. Se lembre: não há mal que dure sempre, mas por vezes é preciso “dar tempo ao tempo”.

2- A emoção das vitórias

Quando você define uma boa estratégia e a respeita, é provável que acabe por conseguir atingir vitórias importantes e alcance bons lucros. No entanto, nesses momentos, deve saber controlar muito bem as suas emoções. Este período de vitórias também pode ser um período perigoso para si e para a sua banca. Quando começa a ver sua banca crescer, se empolga, certo? Você começa a achar que tudo vai correr bem, que vai atravessar uma sequência repleta de ganhos, mas nem sempre é assim. Essa confiança desmesurada pode estragar tudo e conduzir a um período bem negativo. Como se costuma dizer: você deve ter os pés bem assentes na terra. Apesar de estar ganhando, isso pode não durar para sempre e, como tal, não deve perder o foco ou relativizar sua estratégia. Continuar concentrado nas suas apostas esportivas, nas futuras apostas e na análise das partidas é essencial. No fundo, apesar de estar ganhando, deve continuar trabalhando da mesmo forma para que as coisas continuem bem, até porque “em equipa que ganha não se mexe” e aqui se aplica o sentido presente em essa máxima Não se deve deixar levar pela euforia, até porque isso poderá fazer com que perca tudo o que conquistou.

O otimismo excessivo nas apostas pode acabar sendo desviante e muitos apostadores acabam descobrindo isso da pior forma possível. Quando você sai ganhando de forma constante, tem tendência a se distanciar um pouco da estratégia que o conduziu até esse momento. Ilógico? Sim, mas é dessa forma que nosso cérebro funciona muita das vezes. A tendência para aumentar a stake e para investir em mercados sobre os quais não tem tanto conhecimento assim são dois erros bem comuns. As emoções e sensações fazem parte do ser humano e são indissociáveis do jogador, mas tanto as positivas quanto as negativas devem ser geridas.

Controle suas emoções e ganhe nas apostas esportivas

3- A insegurança das perdas

Quando você está perdendo, é normal que entre em uma espiral negativista, ficando abalado com as perdas e com as derrotas consecutivas que vem sofrendo. Imagine que você estava em um período bom, conseguindo bons ganhos e, de um momento para o outro, começa a perder. É algo de brusco e que afeta bastante as emoções do apostador, fazendo com que comece pensando que tudo está contra si, que a coisas não vão correr bem, acabando por se alhear de sua estratégia. É nestes períodos que você tem de ter a maior força mental, por forma a continuar focado em seu objetivo, não se deixando levar pelo negativismo que normalmente faz com que continue apostando que nem um doido e, aí sim, acabe perdendo toda a sua banca. Deve proceder a uma reflexão, se perguntar qual é o seu objetivo e definir metas que o levem até ele. Criar essas regras e segui-las fará com que, a longo prazo, obtenha bons lucros. Se você não estiver conseguindo, então se pergunte se não será melhor fazer uma pausa, colocar suas ideias no lugar e voltar em força para atacar as vitórias. Este é um período muito difícil por considerar que desperdiçou várias horas de trabalho, mas não se deixe abalar, nem fique inseguro. Se souber o que está fazendo, só deverá ajustar bem sua estratégia e verá que rapidamente conseguirá aumentar sua banca. O desporto não é lógico, surpresas acontecem diariamente e temos que estar preparados para as perdas que daí possam resultar. As “bad runs” são uma realidade com a qual todos os apostadores têm que conviver e, quando assim é, a melhor opção costuma passar por “colocar o pé no travão”, ao invés de carregar no acelerador e acelerar. Caso opte por continuar, poderá enveredar por um caminho sinuoso, com avultadas consequências do ponto de vista financeiro. E já sabe: se não quer que seus problemas pessoais (como vamos ver de seguida) tenham influência sobre si na hora de jogar, certamente também não quererá que o seu insucesso em apostas esportivas afete seu quotidiano.

4- Problemas pessoais se refletem nas apostas esportivas

Geralmente, quando você tem problemas em seu seio familiar, no trabalho, ou até mesmo com amigos, você fica mais vulnerável, vê seus pensamentos voando e tem maior dificuldades em se concentrar. Nesses momentos de maior agitação emocional, deve ponderar se reúne condições para continuar a apostar como devia. Deve possuir a sensibilidade de entender se está suficientemente bem para analisar as partidas, definir seus prognósticos, ou se está com a cabeça em outro lugar e vai acabar por fazer tudo errado. A verdade é que, psicologicamente, você vai estar em baixo, por muito que ache que está bem e que nada o afeta. No fundo, se parar para pensar, vai ver que não está bem e se arriscar a grandes perdas. Então, o que deve fazer nesses momentos? É certo que quer continuar ganhando dinheiro, mas se neste momento você vai estar mais perto de perder do que ganhar, então o melhor mesmo é parar. Não fazer nada, não apostar, apenas descansar e meter suas emoções em ordem. Quando você estiver realmente bem e esses problemas não o afetarem mais, então aí sim, volte em força e vai ver que os ganhos vão compensar o tempo em que esteve parado. Afinal, “mais vale prevenir que remediar”.

Estes são os maiores picos de emoção que um apostador tem quando está fazendo apostas esportivas. Em cada um deles você deve adaptar sua estratégia para que não tenha perdas significativas. A gestão da banca é essencial para que, nos momentos mais frágeis, consiga ultrapassar tudo de uma forma mais leve e sem sofrer tanto com as perdas. Deve saber interpretar as suas emoções e perceber até que ponto o podem condicionar. Conhecermo-nos bem é essencial para saber como agir em cada uma das situações.

5 – Controle é a chave

Esse parece um silogismo lógico e básico, mas isso não lhe retira a importância: afinal, um dos principais fatores que contribuem para perda dinheiro é apostas é precisamente a falta de controle. Acima falámos em regras, estratégia e gestão. Para respeitar tudo isso, que precisamos? Controle. Falar é fácil e é certo que não existe um “segredo” ou fórmula para esse controle, até porque cada ser humano reage de forma diferente consoante a circunstância. No entanto, há pelo menos uma coisa que deve ter em sua mente: aquilo que planeou de antemão, de forma fria, deve prevalecer sobre seus instintos nesses momentos de perda. Regressar à base, à predefinição, pode ser importante, dado que sua racionalidade não estava toldada pelas perdas nesses momento. A coisa está correndo mal e você sente que não consegue se dissociar? Precisa encontrar mecanismos que façam com que se desligue das apostas por umas horas: em suma, encontrar outras atividades que façam com que não fique tentado a apostar. Nem sempre é nosso dia, apostar por apostar não é solução e nesses dias seu maior “green” pode ser mesmo fazer uma pausa para posteriormente regressar a investir de forma criteriosa.

Boas Apostas!