Logo depois do acidente envolvendo a delegação da Chapecoense, vários clubes brasileiros se mostraram dispostos a emprestar jogadores do seu elenco para ajudar a equipe catarinense na sua reconstrução. Cumprindo o acordo entre esses clubes, o Atlético Mineiro anunciou na manhã da última quarta-feira (21) o empréstimo do meio-campista Dodô para a Chapecoense.

Meio-campista Dodô treinador com a camisa do Figueirense.

Meio-campista Dodô treinador com a camisa do Figueirense.

O jogador foi revelado pelo próprio Atlético Mineiro no fim de 2014 e chegou a ter algumas oportunidades com o treinador Levir Culpi, então treinador da equipe mineira. Porém, com o tempo acabou perdendo espaço e passou o ano de 2016 emprestado ao Figueirense, com quem disputou o Campeonato Brasileiro, participando de 18 partidas e marcando três gols. Com o fim da sua passagem pela equipe catarinense, o próprio meio-campista demonstrou vontade de permanecer em Santa Catarina, despertando inclusive um interesse da própria Chapecoense e de outro clube mineiro, o rebaixado América Mineiro. Antes do acidente que matou grande parte do elenco da Chapecoense no fim de novembro, a equipe catarinense já estava em negociação com o Atlético Mineiro para ter Dodô em 2017, o que acabou ficando acertado neste fim de ano. Tratando-se de valores, o meio-campista chegará na Chapecoense se custo nenhum, enquanto os salários de Dodô serão divididos, com a equipe catarinense pagando metade e a outra metade sendo paga pelo Atlético Mineiro.

Contratação de zagueiro

imagem-2o-topicoNo mesmo dia em que anunciou o empréstimo do meio-campista Dodô, o Atlético Mineiro anunciou também a contratação do zagueiro Felipe Santana, que estava Kuban Krasnodar, da Rússia. O anúncio da contratação foi feito através do site oficial do clube mineiro, onde o atual vice-campeão da Copa do Brasil confirma a chegada do jogador por duas temporadas. “O Atlético acertou, nesta quarta-feira, a contratação do zagueiro Felipe Santana, por duas temporadas”. Revelado pelo Figueirense, onde treinou nos últimos dias para manter a forma, Felipe Santana passou por grandes clubes europeus, como Borussia Dortmund e Schalke 04, da Alemanha, Olympiacos da Grécia e por último o Kuban Krasnodar, da Rússia. A chegada do zagueiro mostra que o Atlético Mineiro está preocupado com o seu setor defensivo, que sofreu 53 gols, tendo a quinta pior defesa do Campeonato Brasileiro de 2016, atrás apenas da Chapecoense, Sport e dos rebaixados Santa Cruz e América Mineiro. Além é claro da grande final da Copa do Brasil, onde a equipe sofreu ao todo quatro gols e duas partidas, tendo uma atuação terrível na partida de ida, onde perdeu em casa por 1×3 para o Grêmio, campeão da competição.

O zagueiro chegou à Belo Horizonte na quarta-feira, indo para a sede do Galo e realizando uma reunião que durou cerca de uma hora a o diretor de futebol do Atlético Mineiro, Eduardo Maluf, onde definiu detalhes do seu contrato com a equipe. “Foram muitos anos lá fora em que aprendi muito, tanto profissionalmente como pessoalmente. Muitas coisas aconteceram na minha vida e chego preparado. Sei que é um desafio gigantesco que iremos enfrentar este ano e foi o projeto do Atlético que me fez vir para cá. Poucas palavras vão ditar essa minha passagem pelo Atlético. Prefiro não falar muito, mostrar um pouco mais para que, lá na frente, todos nós possamos sair vencedores neste projeto”, afirmou o jogador em entrevista ao site oficial do Atlético Mineiro.

Já passou pelo futebol internacional

Felipe Santana na sua passagem pelo Schalke 04.

Felipe Santana na sua passagem pelo Schalke 04.

O zagueiro Felipe Augusto Santana, mais conhecido apenas como Felipe Santana, começou sua carreira no Figueirense, sendo revelado pela equipe catarinense em 2006, aos vinte anos de idade. Pelo Figueira, o jogador ficou até 2008, sendo vice-campeão da Copa do Brasil de 2007, além de conquistar o Campeonato Catarinense de 2006 e 2009, disputando 37 gols e marcando cinco gols. Depois de conseguir certo destaque na equipe catarinense, o zagueiro foi contratado pelo Borussia Dortmund, onde jogou ao lado do também brasileiro Dedê até junho de 2011. Na equipe alemã, o jogador teve bons resultados, sendo muito importante na Liga dos Campeões de 2012/13, quando marcou o gol no último minuto da partida das quartas de final, contra o Málaga, garantindo assim a continuidade da equipe na principal competição europeia, onde o Borussia acabou sendo vice-campeão, perdendo para o Bayern de Munique. Ficando na equipe entre 2008 e 2013, o zagueiro Felipe Santana conquistou duas vezes o Campeonato Alemão (2010/11, 2011/12), uma vez a Supercopa da Alemanha (2008) e uma vez a Copa da Alemanha (2011/12).

Depois da passagem pelo Borussia Dortmund, o zagueiro brasileiro foi para outro clube alemão, o Schalke 04, onde ficou até 2015, disputando 62 partidas, marcando um gol e saindo sem conquistar títulos. Já na temporada 2014/15, o zagueiro foi para a Grécia, sendo emprestado pelo Schalke para o Olympiakos, onde ficou pouco tempo, disputando apenas sete partidas e conquistando o Campeonato Grego da temporada. No ano seguinte, em 2016, o brasileiro foi para o Kuban Krasnodar, da Rússia, disputando poucas partidas e sem conquistar nenhum título.

Boas Apostas!