Terceiro colocado do Russão na época 2016/17, o Zenit de São Petersburgo treinado pelo romeno Mircea Lucescu falhou o apuramento para a Liga dos Campeões. Agora às ordens do italiano Roberto Mancini, o conjunto de São Petersburgo tem se reforçado com valores emergentes do futebol argentino. Emanuel Mammana é a mais recente aquisição do time russo.

Foto: "Getty Images"

Foto: “Getty Images”

O Zenit não conquista o campeonato russo desde a temporada 2014/15, tendo vista CSKA de Moscovo e Spartak celebrarem nas últimas duas épocas. O facto de ter falhado o acesso à Liga dos Campeões, prova em que tem sido presença habitual, fez com que a diretoria demitisse o “mago” romeno Mircea Lucescu, contratando para o seu lugar Roberto Mancini. Para reforçar o elenco, os responsáveis do clube já garantiram três jovens argentinos de grande qualidade: Sebastián Driussi, Leandro Paredes e Emanuel Mammana.

Produto da base do River Plate, Sebastián Driussi, atacante de 21 anos, foi opção regular nos “Millo” durante a temporada 2016/17, cumprindo 37 jogos e apontado um total de 21 golos com a camisa do time de Buenos Aires. O início da nova época proporcionou ao jogador a primeira experiência no futebol europeu e a verdade é que o início tem sido auspicioso. Neste início de temporada, tem estado entre as escolhas de Roberto Mancini e até já foi decisivo na segunda rodada do russão, ao apontar os dois gols que deram a vitória ao Zenit sobre o Rubin Kazan (2-1). O jovem participou das quatro partidas disputadas pelo time até então.

Leandro Paredes é um caso diferente de Driussi. Revelado pela base do Boca Juniors, eterno rival local do River Plate, o meia de 23 anos chegou em São Petersburgo já com experiência no futebol europeu,  tendo representado Chievo, Roma (primeiro por empréstimo e depois a título definitivo) e Empoli. Na época passada, foi um dos elementos com mais minutos da Roma de Luciano Spalletti. Para a nova temporada, fechou com o Zenit, assinado um contrato válido até 2021. Foi totalista em três dos quatro primeiros jogos do Zenit na temporada e é a garantia de equilíbrio no meio-campo do time treinado por Roberto Mancini.

Após as contratações de Sebastián Driussi e Leandro Paredes, o também argentino Emanuel Mammana é o mais recente reforço da formação de São Petersburgo. Tal como Sebástien Driussi, Mammana, zagueiro, também foi revelado pela base do River Plate. Na época 2016/17 representou o time francês do Lyon e agora ruma à Rússia. Internacional pela Argentina, o jogador foi vendido pelo Lyon ao Zenit por uma quantia que pode chegar aos 16 milhões de euros, ficando com 20 por cento de uma futura transferências. Antes, o jogador tinha sido contratado ao River por 7,5 milhões de euros.

Os brasileiros Giuliano e Hernâni Jr permanecem no clube na atual temporada.

Boas Apostas!