O futuro do internacional chileno Alexis Sánchez deverá mesmo passar pela cidade de Manchester. Depois de ter sido colocado na rota do Manchester City, agora é o United quem parece estar na linha da frente para garantir o jogador do Arsenal. Arséne Wenger, técnico dos “Gunners”, já admite que a saída é um cenário possível.

Foto: "Getty Images"

Foto: “Getty Images”

A ligação de Alexis Sánchez ao Arsenal cessa em junho deste ano e o chileno já informou a direção do clube que não pretende permanecer no Emirates. Os responsáveis da equipa londrina não querem correr o risco de ver sua estrela maior sair a custo zero e, como tal, admitem negociar o passe do jogador já nesta janela de inverno europeia.

Há cerca de uma semana atrás, o Manchester City parecia estar na frente da corrida para assegurar os serviços do jogador a troco de uma quantia menor que aquela que teria sido proposta no verão. Agora, é o United quem surge melhor posicionado para garantir o jogador. A saída é um dado praticamente adquirido.

Esta quinta-feira (18), Arséne Wenger falou à imprensa na antecâmara do jogo com o Crystal Palace para a Premier League e a possível saída de Alexis Sánchez foi abordada, revelando ainda que o Manchester United figura como destino mais provável para o jogador.

“É muito provável que a transferências se concretize. Ainda assim, neste tipo de coisas nada se pode dar como garantido. O Alexis vai estar na convocação para a partida de sábado com o Crystal Palace”, revelou. O chileno continua a trabalhar juntamente com o restante elenco do Arsenal.

Nos últimos dias, muito se tem escrito sobre a inclusão de outro jogador na negociação, visto que Arsene Wenger já fez saber à diretoria do clube que só admite a saída de Alexis Sánchez caso seja contratado um substituto à altura. O internacional arménio Mkhitaryan poderá funcionar como “moeda de troca” e o próprio Arséne Wenger admite que vê com bons olhos a possível chegada do jogador ao Emirates: “Aprecio as suas qualidades [de Mkhitaryan] e sei lhe agarada a forma como jogamos. Alexis só sai se conseguirmos um grande substituto”, atirou.

A iminente transferência de Alexis Sánchez corresponde à grande negociação nesse mercado de inverno europeu. As conversações entre Manchester United e Arsenal estão cada vez mais adiantadas e a negociação até poderá se concretizar nos próximos dias. Ainda que esteja entre os convocados para a partida que se avizinha, não é garantido que Alexis vá a jogo, dependendo tudo do rumo que as conversações assumam até sábado. Uma coisa parece certa: Alexis Sánchez não ficará no Emirates.

Boas Apostas!