A temporada europeia já foi iniciada na metade do mês de agosto, com os principais campeonatos europeus como a Premier League tendo suas primeiras rodadas disputadas. O Campeonato Italiano foi iniciado no último sábado (20) com duas das principais equipes italianas, Roma e Juventus, fazendo suas estreias. Aliás, no mesmo dia em que a Juventus fez sua estreia na Série A TIM, a equipe também anunciou que vendeu seu meio-campista argentino Roberto Pereyra para o clube inglês Watford. A negociação custou cerca de € 13 milhões (R$ 47,2 milhões) aos cofres ingleses, porém, ainda podem ser somados mais € 2 milhões à negociação, chegando à € 15 milhões (R$ 54,5 milhões) dependendo do desempenho do meio-campista no clube inglês.

Roberto Pereyra foi vendido pela Juventus ao Watford.

Roberto Pereyra foi vendido pela Juventus ao Watford.

A confirmação da contratação veio através do site oficial tanto da Juventus quanto do Watford. No site do clube inglês, a equipe anuncia de Pereyra ficará por cinco anos pelos valores já citados, além de lembrar um pouco sobre a carreira do jogador argentino, que foi revelado pelo River Plate da Argentina e esteve na Juventus desde 2014, onde conquistou vários títulos. Já no site da equipe italiana, é divulgada uma nota oficial onde o clube confirma os valores da negociação, os quais deverão ser pagos em quatro parcelas, além de contarem sobre a trajetória de Roberto Pereyra na Juventus.

A estreia de Roberto Pereyra pelo Watford poderá acontecer no próximo sábado (27), quando a equipe enfrentará em casa o Arsenal pela terceira rodada do Campeonato Inglês.

Carreira do argentino

Pereyra foi revelado pelo River Plate da Argentina.

Pereyra foi revelado pelo River Plate da Argentina.

O meio-campista Roberto Pereyra começou sua carreira jogando nas categorias de base do River Plate da Argentina em 2008, onde devido sua cidade natal, San Miguel de Tucumán, acabou ganhando o apelido de “El Tucumano”. Sua carreira profissional foi iniciada em 2009, quando aos 18 anos fez sua estreia no Campeonato Argentino contra o Huracan. Depois de quarenta e três partidas pela equipe argentina, o jogador foi transferido para o futebol italiano, sendo contratado pela Udinese por cinco temporadas. Chegando na equipe italiana, atuou em noventa e oito jogos e marcou oito gols, saindo da equipe sem conquistar nenhum título.

Em julho de 2014, Pereyra foi emprestado para a Juventus, com a opção de compra do jogador no fim da temporada 2014/15. Logo na sua primeira temporada, marcou quatro gols no Campeonato Italiano, conquistado pela Juventus, além de ter dado três assistências na competição. Com os bons resultados, em junho de 2015 o atleta foi comprado pela equipe italiana por € 14 milhões (R$ 51,17 milhões), assinando um contrato para até 2019. Na temporada seguinte, Pereyra começou a perder espaço no elenco da Juventus, disputando apenas dezesseis partidas e ficando sem nenhum gol, mas mesmo assim carregando o título de campeão italiano. Ao todo, o jogador conquistou duas vezes o Campeonato Italiano, duas vezes a Coppa Itália e uma vez a Supercoppa Italiana.

Outras saídas na Juventus

Álvaro Morata e Paul Pogba, ex-jogadores da Juventus.

Álvaro Morata e Paul Pogba, ex-jogadores da Juventus.

Roberto Pereyra não foi o único jogador que saiu da Juventus nesta última janela de transferência. Outros dois jogadores já haviam saído da equipe, o meio-campista Simone Padoin que foi para o Cagliari, clube da primeira divisão italiana, e o zagueiro Martín Cáceres que saiu da Juventus por ter seu contrato vencido. Mas as duas principais saídas da equipe italiana foram o atacante Álvaro Morata e o meio-campista Paul Pogba. O primeiro, Morata, deixou o futebol italiano para voltar ao Real Madrid, onde tornou-se conhecido. A confirmação da contratação foi dada ainda no fim de junho. A negociação entre Juventus e Real Madrid aconteceu quando o clube espanhol resgatou os direitos federativos do jogador, pagando cerca de € 30 milhões (R$ 114,9 milhões) à Juventus para ter Morata de volta. O meio-campista Pogba também saiu da Juventus para voltar ao time que o revelou, o Manchester United. A confirmação da ida de Pogba ao United foi dada no início de agosto, quando o clube publicou em sua rede social “Pogback” (Pogba voltou). Segundo a imprensa britânica, o clube inglês pagou entre € 110 milhões (R$ 386,1 milhões) e € 133 milhões (R$ 466 milhões), transformando a negociação pelo meio-campista na transferência mais cara da história do futebol, ultrapassando o galês Gareth Bale, vendido por € 100 milhões para o Real Madrid.

Boas Apostas!