Tudo decidido na Rússia. O Spartak de Moscovo de Maurício, Fernando e Luiz Adriano conquistou seu 10º título de campeão russo após 16 anos de jejum. Na derradeira rodada, o CSKA de Moscovo conseguiu defender a vice-liderança na batalha com o Zenit, se classificando para a fase prévia Liga dos Campeões 2017/18.

Foto: " Денис Тырин, «Чемпионат»"

Foto: ” Денис Тырин, «Чемпионат»”

Na 30ª e derradeira rodada do campeonato russo, todos os olhares se centravam em Moscou. A luta pelo segundo posto e consequente acesso à fase prévia da Liga dos Campeões se fazia em dois gramados da capital, envolvendo os concorrentes CSKA de Moscou e o Zenit de São Petersburgo. Com um ponto de vantagem em relação ao Zenit à entrada para essa rodada e um compromisso caseiro frente ao Anzhi por disputar, o time moscovita de Mário Fernandes e Vitinho tinha todas as condições para assegurar a vaga. Apoiado pela sua torcida, o CSKA passou para a frente aos 17 minutos por Sergey Ignashevich e aumentou para três a zero ainda antes do intervalo, graças a dois gols do “Canarinho” Vitinho. Fedor Chalov encerrou as contas em quatro a zero aos quatro minutos da etapa complementar, fazendo com que o triunfo do Zenit na casa do Lokomotiv de Moscovo de nada valesse. No outro palco da capital, Maicon e Ari, brasileiros que conquistaram a Copa esta temporada no Lokomotiv, perderam no último confronto da temporada com o Zenit por dois a zero, formação que teve Maurício e Giuliano entre os titulares. Hernâni Júnior, volante contratado ao Atlético Paranaense, foi para o jogo aos 43 do segundo tempo, cumprindo sua nona participação com a camisa do time de São Petersburgo.

O CSKA de Moscovo ficou na segunda posição e vai disputar a 3ª pré-eliminatória de acesso à fase de grupos da Liga dos Campeões, precisando de avançar duas eliminatórias para marcar presença na fase final. Nesta temporada, o “time do Exército” também disputou a prova milionária e ficou na 4ª posição do grupo E, abandonando as provas europeias ainda em dezembro O Zenit disputará a Liga Europa novamente e se classificou juntamente com o FK Krasnodar e o Lokomotiv de Moscovo (vencedor da Copa) e o técnico Mircea Lucescu quererá conquistar um troféu que ergueu pela última vez na temporada 2008/09, quando orientou o Shakhtar Donetsk. Uma coisa é certa: Na próxima temporada, Moscou será a única cidade russa a receber jogos da Liga dos Campeões. Em 2016/17, para além do CSKA de Moscou, também o surpreendente FK Rostov tinha participado na fase final da prova milionário, garantindo inclusive uma vaga nas 16 avas da Liga Europa a partir de um grupo onde estavam Atlético de Madrid, Bayern Munique e PSV Eindhoven. Desta vez, o time de Rostov-on-Don se ficou pelo 6º lugar da tabela.

Nas contas da despromoção, Tom Tomsk e Samara desceram diretamente. Orenburg e Arsenal Tula enfrentarão um “play-off” na tentativa de permanecerem no escalão máximo, à imagem do que acontece na Aleamnha. Enquanto  o primeiro time vai enfrentar o SKA Khabarovsk, o segundo medirá forças com o Yenisey de Krasnoyarsk, time da Sibéria. De volta à elite está, claro, o Dínamo de Moscovo, um dos “grandes” do futebol russo que garantiu o retorno após um ano na “segundona”, juntamente com o Tosno.

Boas Apostas!