O time japonês do Urawa Red Diamonds é o novo campeão do continente asiático. A formação nipónica sucede ao Jeonbuk Motors no trono futebolístico do maior continente do globo. O brasileiro Rafael Silva, ex-Coritiba, foi decisivo ao marcar nos dois jogos da final.

Foto: "REUTERS/Toru Hanai"

Foto: “REUTERS/Toru Hanai”

Dez anos depois, o Urawa Red Diamonds voltou a conquistar uma edição da Liga dos Campeões da Ásia, erguendo o troféu mais importante daquele continente pela segunda vez. O feito foi alcançado nessa manhã de sábado (25), no estádio de Saitama, palco do encontro de volta da decisão que assistiu a uma vitória do time local por um a zero.

No sábado anterior (18), Al Hilal e Urawa Red Diamonds se tinham defrontado na partida de ida da final, empatando a um gol no estádio King Fahd, em Taif, na Arábia Saudita. O primeiro grande momento da final foi protagonizado por Rafael Silva, brasileiro que veste a camisa 8 e adiantou o time japonês logo aos sete minutos do primeiro tempo. O Al Hilal, time que contou com o também brasileiro Carlos Eduardo (ex-Nice) entre as escolhas iniciais, igualou a partida aos 37, ainda antes do intervalo, ficando com todo o segundo tempo para tentar alcançar vantagem para a partida de ida no Japão. No entanto, o time visitante conseguiu segurar o empate a um gol que servia suas aspirações e adiou toda a decisão para o segundo assalto.

Para o confronto dessa manhã, além do contributo de Rafael Silva que viria a ser decisivo, o Urawa contou também com o auxílio do brasileiro Maurício, zagueiro que foi lançado na partida pelo sérvio Mihailo Petrovic aos 30 minutos do segundo tempo. A explosão de alegria em Saitama chegaria apenas aos 43 da segunda etapa, altura em que Rafael Silva bateu o goleiro Abdullah Al Maiouf e permitiu ao Urawa Reds colocar a mão no troféu. Foi o nono gol de Rafael Silva na competição, tantos quanto Hulk, brasileiro do Shanghai SIPG. O artilheiro da prova foi o iraquiano Omar Khribin, do Al Hilal, com dez tentos apontados.

Percurso

O Urawa Reds assegurou o acesso às oitavas da Liga dos Campeões da Ásia 2017 a partir do grupo F. Nessa primeira eliminatória, levou a melhor sobre o Jeju United – perdeu na partida de ida por dois a zero e venceu em casa por três gols sem resposta, ainda que com recurso a prolongamento. Nas quartas, a história se repetiu diante dos compatriotas do Kawasaki Frontale, adversário frente ao qual o Urawa perdeu a primeira partida (3-1), vencedor posteriormente por mais um gol (4-1). As meias distaram um confronto com os chineses do Shanghai SIPG de Óscar e Hulk, adversário debelado sem derrotas (1-1; 1-0).

Boas Apostas!