A FIFA anunciou esta quinta-feira os nomes dos 12 técnicos que concorrem para o galardão de melhor treinador da temporada 2017/18. A lista divulgada pelo organismo que gere os destinos do futebol mundial engloba 12 nomes, entre os quais o do brasileiro Tite, único brasileiro da lista.

Foto: Lucas Figueiredo/Mowa Press

Foto: Lucas Figueiredo/Mowa Press

O bom trabalho desenvolvido por Tite à frente da seleção brasileira nas eliminatórias para a Copa do Mundo 2018 – o Brasil já está classificado – faz com que a FIFA coloque o técnico brasileiro entre os candidatos ao prémio de melhor treinador do ano. Aenor Leonardo Bachi é, de resto, um dos dois únicos que ocupam o cargo de seleccionador, junto com Joachim Low. Junto de Tite estão ainda os argentinos Mauricio Pochettino (Tottenham) e Diego Simeone (Atlético de Madrid), completando o lote de técnicos sul-americanos. A lista fica completa com os nomes de Zinedine Zidane (Real Madrid), Massimiliano Allegri (Juventus), José Mourinho (Manchester United), Leonardo Jardim (AS Mónaco), Carlo Ancelotti (Bayern de Munique), Antonio Conte (Chelsea), Luis Enrique (ex-Barcelona), Pep Guardiola (Manchester City) e Joachim Low (Alemanha).

De entre os eleitos, Zidane, Allegri, Ancelotti, Leonardo Jardim e Conte foram os técnicos que se sagraram campeões nos respetivos países – “Zizou” também venceu a Liga dos Campeões -, enquanto Joachim Low celebrou a conquista da Copa das Confederações ao serviço da Alemanha. De entre os eleitos, Luis Enrique é o único que neste momento se encontra sem clube, tendo conquistado a Copa da Espanha ao serviço do Barça em 2016/17.

A eleição deverá ser ganha pelo gaulês Zinedine Zidane, treinador que guiou o Real Madrid à conquista tanto da La Liga como da Liga dos Campeões em 2016/17. Na nova época, os “madridistas” já ergueram as duas Supercopas (europeia e espanhola) que discutiram com Manchester United e Barcelona.

O galardão será atribuído a 23 de outubro de 2017, na cidade de Londres, na cerimónia “The Best FIFA Football Awards”. Na cerimónia serão também destacados o melhor jogador, a melhor jogadora e a melhor treinadora, segundo a FIFA.

No que respeita ao processo de votação para eleição dos melhores, a FIFA esclarece que têm direito a voto os capitães de todas as seleções nacionais reconhecidas pela FIFA, os técnicos principais das mesmas, o prúblico que pode votar no site da FIFA entre 21 de agosto e 7 de setembro e um grupo de 200 membros da mídia internacional. A cada um destes grupos corresponde uma percentagem da votação de 25 por cento que permitirá apurar o vencedor final em cada uma das categorias.

Boas Apostas!