A Red Bull, famosa marca austríaca de bebidas energéticas, exerce cada vez mais influência no mundo do futebol. Nesse momento, seu poder se estende a três continentes e cinco nações distintas, incluindo a América do Sul e o Brasil – com o modesto Red Bull Brasil FC. Os casos de maior sucesso surgem na Europa, na Alemanha e na Áustria, geograficamente bem próximos. Red Bull Leipzig e Red Bull Sazlburgo vão ter a hipótese de disputar a Liga dos Campeões 2017/18, após receberem “luz verde” por parte da UEFA..

Foto: Wolfgang Rattay/Reuters

Foto: Wolfgang Rattay/Reuters

As regras de integridade da UEFA ditam que dois clubes com o mesmo proprietário não podem disputar a mesma competição. Após uma época 2016/17 em que o Leipzig e o Salzburgo conseguiram a classificação para a Liga dos Campeões, a duvida quanto à possibilidade de uma das equipas ficar de fora rapidamente se colocou. Esta quarta-feira, o organismo que tutela o futebol europeu informou que os dois emblemas têm autorização para disputar a prova de clubes mais importante da Europa. Em Leipzig, na Alemanha, se suspirou. Seguindo os critérios da UEFA, se um dos dois times tivesse que ficar de fora, seria precisamente o Red Bull Leipzig, uma vez que o homónimo de Sazlburgo ficaria com a vaga por ter sido campeão da Áustria, enquanto os alemães ficaram em segundo no seu campeonato interno.

Embora exista uma forte ligação entre os dois emblemas, expressa nomeadamente na passagem dos melhores jogadores do Salzburgo para Leipzig, esse não é um fator que possa, à partida, afetar a justiça desportiva. A ligação à Red Bull foi investigada pela UEFA e os clubes alegaram que a relação existente com a marca é de patrocínio e não de propriedade. A UEFA concordou com as exposições dos dois clubes e, através do painel de monitoramento financeiro, afirmou que a situação “não faz uma entidade legal/indivíduo exercer influência decisiva na vida de de mais que um clube”. A decisão tomada pela UEFA é determinante e tudo indica que os dois times vão mesmo participar da próxima edição da Liga dos Campeões, mas a situação pode ainda vir a ser discutia pelo Tribunal Arbitral do Desporto.

Comunicada a decisão, RB Leipzig e RB Salzburgo podem começar a preparar a participação na prova de clubes mais importante do continente, sabendo que ambas vão ter que utilizar a denominação “Rasenball” ao invés de “Red Bull” para efeitos oficiais. O Leipzig, vice-campeão da Alemanha e uma das grandes sensações da época europeia, vai entrar direto na fase de grupos da competição, cujo início está agendado para o mês de setembro. O Salzburgo, por seu turno, tentará fazer algo inédito e alcançar a fase de grupos da competição, algo que nunca conseguiu por cair sempre na fase preliminar. A estreia na prova está marcada para julho, uma vez vai disputar a segunda fase preliminar. O adversário será o vencedor do encontro entre Hibernians (Malta) e Tallin (Estônia).

Boas Apostas!