Alguns dias antes de dar início ao Campeonato Inglês, o Leicester City conseguiu garantir a permanência de uma peça importante no elenco que foi campeão na última temporada, o treinador italiano Claudio Ranieri.

Claudio Ranieri renovou seu contrato com o Leicester.

Claudio Ranieri renovou seu contrato com o Leicester.

O treinador chegou ao Leicester City no início da temporada 2015/16, quando a única preocupação da diretoria era permanecer na Premier League, chegando a oferecer £100 mil por cada posição acima da zona de rebaixamento que Ranieri conseguisse deixar a equipe no fim da temporada 2015/16.  Como todos sabemos, Ranieri não só deixou o Leicester bem longe do rebaixamento, como levou a equipe ao inédito título inglês.

Depois do bom desempenho apresentado na última temporada e de ter sido importante na permanência das craques Riyad Mahrez e Jamie Vardy, que sofreram assédio de grandes clubes europeus, mas decidiram ficar em Leicester, o treinador italiano Claudio Ranieri renovou seu contrato com o clube campeão para mais quatro anos, com validade até 2020. O anuncio foi feito no site oficial da equipe inglesa, onde o vice-presidente e filho do dono do Leicester, Aiyawatt Srivaddhanaprabha, e o treinador falaram sobre a continuidade de Ranieri no Leicester.

“[…] O que ele (Ranieri) nos ajudou a alcançar, no tempo em que alcançamos isso, está além do que qualquer coisa que pudemos imaginar”, afirmou o vice-presidente. “[…] Eu estou muito feliz e orgulhoso que eu farei parte disso por anos. Se pudermos continuar a trabalhar duro, mantendo nossa paixão e continuar a lutar com todos nossos corações, eu estou certo que podemos continuar tendo sucesso juntos”, afirmou Claudio Ranieri.

Métodos curiosos de motivação de Ranieri

Treinador Ranieri e dois de seus jogadores comendo pizza depois de uma partida.

Treinador Ranieri e dois de seus jogadores comendo pizza depois de uma partida.

Logo que chegou ao Leicester City, o treinador Claudio Ranieri começou a adotar formas alternativas para motivar sua equipe. A primeira foi logo na sua estreia, numa partida em casa contra o Sunderland pela primeira rodada do Campeonato Inglês. Depois da vitória por 4×2 sobre o adversário, Ranieri falou que usou uma música de uma banda local para motivar os jogadores, fazendo com que a música Fire da banda Kasabian se tornasse querida pela torcida, que a cantava durante jogos que o Leicester estava em condições desfavoráveis.

Depois, começando a se preocupar com a quantidade de gols sofridos pelo Leicester, com a equipe sofrendo 17 gols nas 9 primeiras partidas, o treinador acabou criando uma forma diferente para motivar seus jogadores. Antes do jogo em casa contra o Crystal Palace, Ranieri prometeu que se o time não sofresse nenhum gol, o treinador daria pizza aos seus comandados. Resultado, a equipe venceu por 1×0, terminando sua primeira partida sem levar um gol. A partir daí, das outras 28 partidas disputadas, a equipe ficou 15 jogos sem sofrer gols. Depois de ver que a promessa de um lanche aos jogadores depois da partida deu certo, o treinador italiano continuou prometendo pizzas aos atletas quando cumprissem o objetivo dado por Ranieri para determinada partida. Ao que tudo indica, os objetivos foram cumpridos e os jogadores puderam aproveitar muitas pizzas, principalmente depois do título inédito conquistados de forma surpreendente na última temporada.

Mudanças e permanências no elenco campeão

Mendy, Kapustka e Musa.

Mendy, Kapustka e Musa.

Mesmo depois do título, o Leicester City conseguiu manter grande parte dos jogadores que participaram da última temporada, como o meio-campista Riyad Mahrez e o atacante Jamie Vardy. Além disso, o clube inglês foi atrás de reforços para a próxima temporada, pensando na possibilidade de conquistar o bicampeonato e ter uma boa participação na Liga dos Campeões.

Uma das primeiras contratações anunciadas foi a do meio-campista francês Nampalys Mendy, que estava no Nice. Segundo a imprensa britânica, o jogador foi comprado por cerca de £ 10 milhões (R$ 43 milhões), defendendo o escudo dos Foxes por pelo menos uma temporada. Outro nome é o goleiro alemão Ron-Robert Zieler, ex-Hannover 96, que foi contratado por cerca de € 3,5 milhões (12,25 milhões) e ficará em Leicester por quatro temporadas. O zagueiro espanhol Luis Hernández também foi transferido para o Leicester City nessa janela de transferência. Porém, ao contrário dos demais, a chegada de Hernández acabou não custando nenhum centavo aos Foxes, já que o zagueiro tinha encerrado seu vínculo com o Sporting Gijón, seu ex-clube, e por isso veio de graça para o clube inglês.

Uma das últimas contratações da equipe inglesa foi o polonês Bartosz Kapustka, que estava no Cracóvia e chegou ao Leicester por cerca de £ 7,5 milhões (R$ 32 milhões), onde ficará por cinco temporadas. E o último jogador recém-contratado é o nigeriano Ahmed Musa, que estava no CSKA Moscou e que segundo a imprensa britânica foi negociado por cerca de € 16, 6 milhões (R$ 60,54 milhões), tornando-se assim o jogador mais caro da história do Leicester.

Boas Apostas!