Neste primeiro dia de agosto, o São Paulo FC sofreu mais uma baixa, desta vez foi o técnico Edgardo Bauza que saiu do clube, o técnico comandará a Seleção da Argentina. Já existiam rumores sobre a ida do técnico para o comando da seleção de sua terra natal, há dez dias, Bauza tinha viajado à Argentina para conversar com os dirigentes da AFA (Associação de Futebol Argentino).

Escudo da AFA e “Patón”, o novo técnico da seleção argentina.

Escudo da AFA e “Patón”, o novo técnico da seleção argentina.

Mas as suspeitas se confirmaram, a AFA confirmou a escolha de Bauza para o comando técnico de uma das maiores seleções da América, atual vice-campeã do mundo. O presidente da Comissão Normalizadora da AFA, Armando Pérez, explicou a escolha: “Levamos cinco dias trabalhando. A coisa mais importante era solucionar o nome do técnico. Assim quando decidimos, optamos por Bauza. Esperamos que ele tenha êxito. Estivemos conversando com muitos, o que nos parece mais acertado para esse momento é o nome de Bauza”. Armando Pérez ainda salientou que espera que Bauza possa intermediar a situação com o craque Messi. “…O primeiro passo era resolver o técnico e depois vamos resolver o resto. Temos jogo das Eliminatórias em breve e ainda não temos nada planejado. Era importante resolver isso…Creio que o Bauza vai poder falar com o Messi depois disso”.

O presidente da comissão ainda falou que Jorge Sampaoli ficou impossibilitado de assumir a seleção argentina por ter assinado um contrato recente com o Sevilla. Outros concorrentes eram Miguel Ángel Russo e Ramón Díaz, que atualmente estão sem clubes. Além destes, Bauza ganhou o aval de ninguém menos que Maradona, que em entrevista à Rádio La Red, da Argentina , o craque e ídolo argentino disse: “Bielsa é o melhor de todos, porém gosto do Bauza porque não está manipulado” afirmou Maradona.

O São Paulo fez um anúncio oficial, informando que o técnico aceitou o convite da AFA na noite do dia 01 de agosto e que deixará o comando após oito meses de trabalho. Além disso, a diretoria do tricolor fez questão de ressaltar que assim como o colombiano Juan Carlos Osorio, que saiu do São Paulo para ser técnico do México, Bauza também sai para comandar uma grande seleção nacional, após ter feito um trabalho no São Paulo, e deseja boa sorte ao profissional.

Uma longa trajetória profissional

Bauza campeão da Libertadores em 2008 com a LDU Quito.

Bauza campeão da Libertadores em 2008 com a LDU Quito.

O atual técnico da vice-campeã mundial Argentina, Bauza, mais conhecido como “Patón”, tem 58 anos e esteve no comando do São Paulo FC durante os últimos oito meses, desde setembro de 2015. O argentino que atuou como zagueiro em sua carreira profissional de jogador de futebol, o zagueirão de 1,89 m e com um par de chuteiras número 46 tem muita história para contar. Como jogador, foi revelado no Rosario Central, onde foi o quarto maior artilheiro da história do clube com 82 gols e no final da carreira também conseguiu ser um dos maiores zagueiros-artilheiros da história do futebol, com 109 gols.  Passou por grandes clubes como Atlético Junior da Colômbia, pelo Independiente da Argentina e Veracruz do México, encerrando a carreira no próprio Rosario Central que o revelou, ainda chegou a fazer duas partidas pela seleção nacional da Argentina.

Como técnico, iniciou sua carreira no Rosario Central, passou pelo clube argentino Vélez Sársfield, outro clube argentino Colón de Santa Fe, o clube equatoriano LDU Quito conquistado o título da Copa Libertadores em 2008, pelo clube argentino San Lorenzo conquistado o título da Copa Libertadores em 2014, o Al-Nassr da Arábia Saudita e o clube brasileiro São Paulo. Em termos de aproveitamento, no entanto, a melhor fase foi no comando da equipe peruana Sporting Cristal, com 57% dos pontos conquistados.

Agora ele chega na seleção argentina, substituindo Gerardo Martino, que deixou o comando da Argentina após perder a final da Copa América para o Chile. A estreia de Bauza ocorrerá no dia 1º de setembro, jogo válido pela sétima rodada das Eliminatórias para a Copa de 2018,em casa diante do Uruguai. A Argentina está na terceira posição com 11 pontos. Bauza terá como missão, resgatar o moral de uma equipe abalada por três vice-campeonatos consecutivos (Copa do Mundo 2014 e Copa América 2015 e 2016) e que não conquista um título desde 1993. Além disso, o técnico buscará convencer Lionel Messi, a adiar a aposentadoria da seleção.

Passagem pelo São Paulo

Bauza em coletiva pelo São Paulo FC.

Bauza em coletiva pelo São Paulo FC.

O técnico Bauza iniciou seus trabalhos na equipe paulista no início de 2016 e depois de um período de oito meses, o técnico deixa o São Paulo com um aproveitamento de 46,5%, acumulando 18 vitórias, 13 empates e 17 derrotas. Embora tenha tido muitas derrotas, “Patón” conseguiu levar o Tricolor às semifinais da Libertadores, sendo o brasileiro a ter ido mais longe nesta edição do torneio, perdendo para o Atlético Nacional, time que foi campeão. No Campeonato Paulista, porém, o time decepcionou a torcida, sendo eliminado nas quartas de final após ser goleado por 4 a 1 para o Grêmio Osasco Audax.

Edgardo Bauza contribuiu em melhorar o elenco, indicando alguns jogadores como,  o zagueiro Maicon, o atacante Andres Chavez, do Boca Juniors, e o lateral-direito Julio Buffarini, do San Lorenzo. O técnico deixou o São Paulo na 10ª colocação do brasileirão, com 23 pontos em 17 rodadas, um aproveitamento de 45% dos pontos.  O substituto de Bauza deve ser André Jardine, técnico do sub-20 do Tricolor, porém o assistente técnico Pintado, também tem chances de assumir o cargo.

Boas Apostas!