Na noite da última quarta-feira (26) as duas equipes brasileiras que ainda lutavam por uma vaga nas semifinais da Copa Sul-Americana, o Coritiba e a Chapecoense, disputaram as partidas de volta das quartas de final da competição, com ambas as equipes precisando de vitórias simples. Enquanto a Chapecoense enfrentou em casa o Junior Barranquilla da Colômbia, o Coritiba foi até Medellín, na Colômbia, para enfrentar o atual campeão da Copa Libertadores, o Atlético Nacional.

Por ter empatado em casa em 1×1 na partida de ida, o Coritiba foi ao estádio adversário precisando apenas de uma vitória simples ou de um empate superior à 2×2. Em um primeiro tempo com muitos erros de passes, algo raro para uma equipe como o Atlético Nacional que chamou atenção pelas jogadas ofensivas baseadas no toque de bola, quem abriu o placar foi o Coritiba, com um golaço de falta do venezuelano González, o qual deu esperanças à torcida coxa-branca. Porém, logo aos 6’do segundo tempo, o Atlético conseguiu o empate com o craque Miguel Borja aproveitando uma sobra dentro da área. Poucos minutos depois do empate, Borja marcou mais um gol, este uma pintura. Após a cobrança de escanteio, o atacante acertou um lindo voleio, sem deixar a bola cair, e marcou o gol da virada. E aos 27’, Borja converteu o pênalti feito por Kazim, marcando o seu terceiro gol na partida, o quarto contra o Coritiba, e decretando o fim da partida da volta em 3×1.

Chape chega às semifinais

Elenco da Chapecoense comemorando um dos gols.

Elenco da Chapecoense comemorando um dos gols.

A outra equipe que estava me busca de uma vaga na próxima fase da Copa Sul-Americana era a Chapecoense, que ao contrário do Coritiba, jogou a segunda partida em casa e conseguiu sua classificação para permanecer na segunda principal competição do futebol sul-americano. Enfrentando um adversário não tão forte quanto a equipe paranaense,  a Chape jogou contra o Junior Barranquilla, da Colômbia e acabou perdendo a partida de ida, quando jogou fora de casa e saiu do território colombiano com uma derrota por 1×0, um resultado não muito ruim para uma equipe que não tem experiências no futebol internacional e que faria a partida de volta em casa.

A partida de volta, realizada na Arena Condá, não conseguiu mostra muita qualidade técnica devido a forte chuva que caiu durante a partida, deixando o gramado com muitas poças d’água. Talvez por estar acostumada com o seu gramado ensopado, a Chapecoense se adaptou e marcou seus dois primeiros gols ainda na primeira etapa, o primeiro aos 35’, quando Ananias completou o chute de Bruno Rangel em um carrinho e abriu o placar, enquanto o segundo foi marcado aos 43’ com Gil pegando o reboto do goleiro e chutando rasteiro, deixando a primeira com o placar de 2×0 para a Chape, que ali estava com sua vaga garantida para a próxima fase. Já na segunda etapa, a equipe catarinense ainda aproveitou para marcar o terceiro e último gol, com Thiego marcando o gol que fechou o placar em 3×0.

Outros classificados nas semifinais da Sul-Americana

Cecilio Domínguez comemorando um dos seus gols nas quartas de final.

Cecilio Domínguez comemorando um dos seus gols nas quartas de final.

Além da classificação do Atlético Nacional e da Chapecoense para as semifinais da Copa Sul-Americana, outras duas equipes garantiram suas vagas para a próxima fase da competição continental. Na última terça-feira (25) o Cerro Porteño realizou em casa a partida de volta contra o Independiente Medellín. Depois de empatar fora de casa em 0x0 na partida de volta, o Cerro Porteño teve a chance de conseguir sua vaga nas semifinais da Sul-Americana em casa e acabou conseguindo uma vitória por 2×0, com dois gols de Cecilio Domínguez e jogando com um jogador a mais desde o início do segundo tempo. Com a classificação, a equipe enfrentará o Atlético Nacional em busca de uma vaga na final da Copa Sul-Americana.

A quarta equipe classificada para as semifinais da competição nacional, equipe a qual enfrentará a Chapecoense foi o San Lorenzo. A equipe argentina disputou a primeira partida em casa, conseguindo uma vitória por 2×0 contra o Palestino. Já na partida de volta, o Palestino foi atrás do resultado e conseguiu uma vitória por 1×0, porém, não foi o suficiente para ficar com a vaga nas semifinais da Copa Sul-Americana, vaga a qual ficou com o San Lorenzo.

Boas Apostas!