O Shakhtar Donetsk, emblema mais brasileiro dos campeonato do Leste europeu, somou mais um troféu ao seu palmarés. O time “mineiro” venceu esta quarta-feira (15) mais uma edição da Copa da Ucrânia com o jovem Tetê em grande destaque.

ShakhtarTarde de glória para o Shakhtar Donestsk na Slavutych Arena, em Zaporizhya. O time “mineiro” comandado pelo português Paulo Fonseca conquistou a Copa da Ucrânia pela quarta ocasião consecutiva, a 13ª em toda sua história.

Desde a eliminatória das oitavas ganha ao rival Dínamo de Kiev nas grandes penalidades que o Shakhtar Donetsk figurava como favorito absoluto à conquista do troféu. À entrada para a final, só uma grande surpresa poderia evitar o sucesso do time “mineiro”, dado que do lado contrário estava o modesto Inhulets Petrove, time que está a disputar o segundo escalão do futebol ucraniano e nem sequer briga pela subida ao patamar máximo.

Taison, Patrick, Tetê, Marcos e Ismaily foram os cinco brasileiros escalados por Paulo Fonseca para essa partida, sem contar com o atacante Júnior Moraes, naturalizado ucraniano.

O grande destaque dessa final seria Tetê. O brasileiro que chegou na Ucrânia no mercado de inverno europeu apontou os dois primeiros gols da partida, aos 28 e aos 39, antes de Júnior Moraes aumentar para três a zero mesmo em cima da hora de recolher aos vestiários. O jovem de 19 anos que representou o Brasil no Sudamericano Sub-20 cumpriu seu sexto jogo e apontou os dois primeiros gols, abrindo caminho para uma vitória por quatro a zero que seria encerrada aos 20 do segundo tempo com um gol de Manor Solomon.

Para lá de ter vencido as últimas quatro edições da competição de modo consecutivo, o Shakhtar ergueu sete dos últimos nove troféus, tendo sido interrompido somente pelo Dínamo Kiev.

Vencedor das últimas duas edições do campeonato ucraniano, o Shakhtar Donetsk caminha firmemente para a conquista do “tri”. A quatro jornadas do fim do “play-off” de apuramento de campeão, a equipa que veste às listas laranjas e negras tem 11 pontos de vantagem em relação ao Dínamo e as celebrações poderão soltar-se já no próximo domingo, data em que o Shakhtar vai visitar o Zorya a partir das 11 horas (horário de Brasília). Caso não faça a festa de imediato, o Shakhtar poderá fazê-la na jornada seguinte, precisamente na receção ao Dínamo.

Em termos individuais, Júnior Moraes lidera a tabela de artilheiros com 18 gols marcados, ao passo que Taison é o maior assistente com 12 passes para gol.

Boas apostas!