16 anos depois, a seleção do Senegal vai voltar a marcar presença na fase final da prova de seleções mais importante do mundo. A formação orientada por Aliou Cissé – capitão da equipa que foi à Copa 2002 – é a 24ª a garantir apuramento para a prova que vai decorrer na Rússia.

Foto: "REUTERS/Siphiwe Sibeko"

Foto: “REUTERS/Siphiwe Sibeko”

O estádio Peter Mokaba, em Polokwane, assistiu a um África do Sul – Senegal pela segunda vez nesta etapa de classificação para a Copa do Mundo 2018. O resultado do primeiro desafio entre as duas equipas, disputado em novembro do ano passado, não foi homologado pela FIFA, entidade que ordenou a repetição do encontro depois de o Joseph Lamptey, árbitro da partida, ter sido apanhado em uma rede de corrupção. A vitória da África do Sul (2-1) perdeu a validade e esta sexta-feira (10) foi dia de das duas equipas se voltarem a encontrar.

A precisar de vencer na casa dos “bafana bafana” de forma a assegurar o primeiro lugar do grupo D e consequente apuramento para a Copa do Mundo 2018, o time senegalês entrou bem na partida e desde cedo colocou o goleiro Itumeleng Khune à prova. O primeiro gol surgiu à passagem do minuto 12 por intermédio de Diafra Sakho, atacante que finalizou já no interior da área contrária após um grande passe de Sadio Mané, jogador do Liverpool.

Sempre mais perigosa que o time local, a seleção senegalesa chegou ao segundo gol ainda antes fim dos primeiros 45 minutos. Em um lance novamente com intervençãod e Sadio Mané, o goleiro Itumeleng Khune ainda defendeu a investida contrária, mas a bola bateu em Thamsanqa Mkhize e o time senegalês alcançou uma vantagem de dois gols na partida, muito confortável por sinal.

No segundo tempo, precisando de alterar o resultado, a equipa sul-africana gozou de maior ascendente junto da baliza guardada por Khadim N’Diaye, embora sem efeitos em termos práticos. A partida chegou ao fim com vitória senegalesa e e consequente apuramento para a fase final da Copa do Mundo quando ainda falta uma jornada por disputar nessa zona de apuramento do continente africano. Os senegaleses encerrarão sua participação precisamente com um duelo caseiro frente a esta seleção da África do Sul, na próxima terça-feira (14).

A seleção do Senegal garantiu o apuramento para a fase final de uma Copa do Mundo pela segunda vez na sua história, isso depois de ter marcado presença na Copa do Mundo 2002, na Coreia do Sul/Japão, competição ganha pelo Brasil. Nessa ocasião, o time africano foi uma das sensações da prova ao chegar nas quartas da prova, etapa em que foi eliminado pela Turquia por uma bola a zero após prolongamento.

Depois de Nigéria e Egito, a seleção senegalesa é a terceira formação africana a garantir uma vaga na fase final da Copa do Mundo 2018.

Boas Apostas!