A briga pelo acesso à decisão da segunda prova mais importante do calendário espanhol começa esta semana. Barcelona e Real Madrid se enfrentam em clima de final antecipada, ao passo que a outra semi será discutida entre Bétis e Valência. As partidas de ida e volta se disputarão nesse mês de fevereiro.

Barcelona – Real Madrid

Foto: "AFP"

Foto: “AFP”

A goleada sofrida em Camp Nou (5-1) no final de outubro marca a época do Real Madrid, não só pelo “peso” dos números, mas sobretudo por ter sido o último encontro de Julen Lopetegui à frente da equipa, técnico catalão que cedeu o seu lugar a Santiago Solari. O percurso do técnico argentino no comando da equipa principal dos “merengues” começou precisamente em um encontro válido pela Copa do Rei diante do modesto UD Melilla, ganho por quatro a zero. Após 21 jogos no cargo e de até ter vencido a Copa do Mundo de clubes nos Emirados Árabes Unidos, Solari se prepara para se estrear em “clássicos” desde que assumiu o time, naquele que, curiosamente, vai ser o primeiro em uma espaço de três dias, dado que tem compromisso agendado com o Atlético de Madrid para o próximo final de semana. Desde que Solari assumiu a equipa, nem tudo foi um mar de rosas. Alguns percalços em jogos do campeonato, entre os quais derrotas ante Eibar (3-0) e Real Sociedad (0-2) e situações polêmicas no vestiário envolvendo, por exemplo, Gareth Bale. Não obstante, o Real chega em Camp Nou na sequência de uma série de cinco vitórias consecutivas. Tendo em conta que disputará a partida de volta em casa, o objetivo passará por levar a eliminatória em aberto para o Bernabéu, sendo certo que uma hecatombe idêntica à que se verificou no primeiro turno do campeonato corresponde a um cenário bem improvável.

O Barcelona perdeu na partida de ida nas duas eliminatórias anteriores, frente a Levante e Sevilha, mas a exigência que o Real Madrid propõe levará o time catalão a adotar uma abordagem bem mais cautelosa e briosa nessa ocasião, até porque terá que disputar a volta fora de portas. Ernesto Valverde não deverá promover alterações significativas no time, exceção feita, por exemplo, à troca de ter Stegen por Cillessen no gol. Antes de encarar o Real, o Barça empatou a dois gols na receção ao Valência após ter estado a perder por dois golos sem resposta, stuação que pretende evitar a todo o custo nesse embate com o Real, até mesmo pela questão dos golos fora de portas. Apesar da goleada aplicada em outubro de 2018, a verdade é que o registo recente de embates em Camp Nou “sorri” ao Real Madrid: nos últimos cinco embates oficiais entre as duas equipas no reduto “blaugrana”, o Real Madrid venceu duas vezes, o Barcelona uma e os dois encontros restantes terminaram empatados.

O encontro está agendado para essa quarta-feira (6) às 18h00, horário de Brasília. “Merengues” e “blaugrana” se enfrentarão por três vezes no espaço de apenas um mês.

Bétis – Valência

O primeiro embate da eliminatória entre Bétis e Valência vai ser disputado no Benito Villamarín, em Sevilha. Galvanizado eplo triunfo frente ao Atlético de Madrid, o Bétis de Quique Setién espera alcançar vantagem antes da visita ao Mestalla para a partida de volta. A verdade é que o time andaluz ainda não esteve em desvantagem em nenhuma das eliminatórias que disputou nessa Copa do Rei. Na quarta ronda eliminou o Racing Santander com dupla vitória (0-1; 0-4), nas oitavas passou pela Real Sociedad graças à vantagem por conta dos gols marcados em San Sebastián (0-0; 2-2) e nas quartas bateu o Espanyol após prorrogação (1-1; 1-3 a.p). Apesar da exigência em termos físicos do segundo embate com o Espanyol, o Bétis deu uma boa resposta no final e semana e se superiorizou ao Atlético, se preparando agora para enfrentar o Valência na quinta-feira (7), às 18 horas (horário de Brasília).

O Valência assegurou o acesso às semifinais em uma eliminatória com contornos de milagre. Derrotado pelo Getafe na partida de ida por um a zero, os “Ché” precisavam dar a volta à situação no Mestalla mas o encontro nem começou da melhor forma, uma vez que o time visitante apontou o primeiro gol da partida logo a abrir e aumentou a diferença na eliminatória. Dois gols da autoria do hispano brasileiro Rodrigo Moreno já nos acréscimos permitiriam ao Valência seguir em frente, motivando de tal forma a equipa que, no final de semana, os comandados de Marcelino García Toral voltaram a conquistar um ótimo resultado em Camp Nou (2-2), isso depois de até terem estado a vencer por dois a zero. O início de temporada “cinzento” já foi posto para trás das costas no Mestalla e a trajetória atual é de franco crescimento.

Boas apostas!