Para o torneio de futebol masculino dos Jogos Olímpicos do Rio, temos algumas seleções como favoritas a lutar pela medalha de ouro, como a seleção brasileira, que tem uma ótima geração que está confiante em vencer a inédita medalha dourada, a seleção argentina que já conquistou o ouro duas vezes e claro, a seleção mexicana, que é a atual medalhista olímpica no futebol.

Brasil e México final das Olimpíadas de 2012.

Brasil e México final das Olimpíadas de 2012.

Uma das culpadas por mais uma medalha de prata para o Brasil no futebol olímpico, o México vem motivado para essas Olimpíadas no Rio, já que nos Jogos Olímpicos de Londres em 2012, venceu a final do futebol masculino contra o Brasil por 2×1, com direito a um gol aos 30 segundo de partida. Agora, o México terá a oportunidade de enfrentar a seleção brasileira novamente e ainda em território brasileiro. O zagueiro Carlos Salcedo, convocado para Olimpíada deste ano, afirmou durante uma entrevista ao site oficial dos Jogos Olímpicos que a equipe está motivada para o torneio de 2016, mas deseja construir uma nova história. “Nosso técnico tem nos motivado e revivido os momentos de Londres 2012. Gostaríamos obviamente de repetir isso e também de fazer nossa própria história. Gostaríamos de estar na final no Maracanã e levantar a medalha de ouro” declarou o atleta.

Resultados positivos desde a Olimpíada de Londres

Equipe mexicana medalhista de ouro em Londres 2012.

Equipe mexicana medalhista de ouro em Londres 2012.

A campanha da seleção mexicana nas Olimpíadas de 2012 foi boa do início ao fim. Terminando a primeira fase do torneio de futebol masculino como líder do Grupo B, vencendo a Suíça e Gabão e empatando com a Coréia do Sul, o México passou pelo Senegal e pelo Japão nas quartas e semifinais, respectivamente, até chegar a final das Olimpíadas contra a nossa seleção canarinha. Na grande final, a seleção mexicana começou a partida indo para cima, conseguindo um gol logo aos 30 segundos da partida com Oribe Peralta, que ampliaria o placar aos 30’ do segundo tempo. O Brasil ainda conseguiu marcar um gol aos 46’ com Hulk, porém, não o suficiente para ganhar a medalha de ouro e acabou ficando novamente com a prata. Depois das Olimpíadas, a seleção mexicana ainda conquistou o Torneio Pré-Olímpico da Concacaf de forma invicta em 2015 ao vencer a seleção de Honduras por 2×0 na final.

Depois dos títulos, o México começou a se preparar para os Jogos Olímpicos do Rio. Para estar pronto na busca pela segunda medalha de ouro em Olimpíadas, a seleção veio realizando alguns amistosos durante o ano, primeiramente contra equipes mexicanas e depois contra algumas seleções. Em junho deste ano, o México venceu o América por 4×1 e o Pumas por 2×1, porém, acabou perdendo por 2×1 para o Toluca. Já nos amistosos contra seleções, o México venceu a Nigéria (outro carrasco do Brasil nas Olimpíadas de 1996) por 1×0 e empatou sem gols com a Argentina.

Destaques entre os convocados

Atacante Oribe Peralta, carrasco do Brasil em Londres estará no Rio.

Atacante Oribe Peralta, carrasco do Brasil em Londres estará no Rio.

Da seleção olímpica mexicana de 2012, apenas um jogador estará no Rio de Janeiro, justamente aquele que marcou os dois gols da grande final, o atacante Oribe Peralta. Agora com 32 anos, o atacante é um dos três jogadores acima de 23 anos chamados pelo técnico Raúl Gutiérrez. Além do fato de estar motivado pela última experiência em Olimpíadas, o atacante vem de uma boa temporada pelo América do México, onde terminou a última edição do Torneio Clausura como vice-artilheiro com dez gols marcados, além de ter marcados mais três gols nas duas partidas disputadas até agora pelo Torneio Apertura.

Outro destaque da seleção mexicana olímpica é o atacante Hirving Lozano, que esteve na seleção principal que disputou a Copa América Centenário. Formado nas categorias de base do clube mexicano Pachuca, onde joga até hoje, Lozano foi campeão do Torneio Clausura e marcou dois gols nos dois jogos em que esteve no Torneio Apertura. Atuando pela seleção mexicana, o atacante esteve presente na última edição do Pré-Olímpico da Concacaf, onde deu duas assistências para o gol. Com os bons resultados, chegou a despertar o interesse de grandes equipes europeias, como Manchester United, Porto e Schalke 04, porém, permanece no Pachuca. A seguir a lista de convocação dos atletas que representarão o futebol mexicano nos jogos olímpicos do Rio 2016.

Goleiros: Alfredo Talavera (Toluca-MEX), Manuel Lajud (Tijuana-MEX);

Defensores: Jorge Torres Nilo (U.A.N.L-MEX), Carlos Salcedo (Guadalajara-MEX), César Montes (Monterrey-MEX), Rodolfo Pizarro (Pachuca-MEX), Erick Aguirre (Pachuca-MEX), José Abella (Santos Laguna-MEX), Victor Guzmán (Pachuca-MEX) e Jordan Silva (Toluca-MEX);

Meio-campistas: Erick Gutiérrez (Pachuca-MEX), Michael Pérez (Guadalajara-MEX), Carlos Cisneros (Guadalajara-MEX) e Arturo Alfonso González (Monterrey-MEX);

Atacantes: Marco Bueno (Guadalajara-MEX), Oribe Peralta (América-MEX), Erick Torres (Houston-EUA) e Hirving Lozano (Pachuca-MEX).

Boas Apostas!