O calendário europeu mal começou e já terá de ser parado por alguns dias. No início de setembro serão realizados amistosos e partidas válidas pelas Eliminatórias da Copa do Mundo de 2018, que será realizada na Rússia, e por isso, os campeonatos europeus terão de ser pausados por um tempinho.

Giampiero Ventura divulgou sua primeira convocação pela Itália.

Giampiero Ventura divulgou sua primeira convocação pela Itália.

Aproveitando o momento, falaremos sobre a convocação da Itália, que contou com uma novidade na sua lista. Na manhã do último sábado (27) o atual treinador da seleção italiana, Giampiero Ventura, anunciou os vinte e seis jogadores que defenderão a Itália em duas partidas realizadas em setembro. A primeira partida será um amistoso contra a França no dia 1º do próximo mês, enquanto a segunda partida será disputada no dia 05 contra a seleção de Israel pela primeira rodada das Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2018 na Rússia.

O técnico Giampiero Ventura, que foi contratado em meados de julho logo depois da Eurocopa, divulgou sua primeira convocação no cargo e fará sua estreia no amistoso contra a França. Entre as principais surpresas na convocação de Ventura estão os zagueiro Romagnollis e Rugani, e o atacante Belotti, todos promovidos da seleção sub-21 para a principal. Estão de volta os experientes Marco Verratti, que não era convocado desde outubro de 2015, Ciro Immobile e Andrea Barzagli. O brasileiro naturalizado italiano, Eder, continua sendo presença constante nas convocações da seleção italiana, assim como Graziano Pellè. Vale destacar que entre os vinte e seis jogadores chamados, quinze deles estiveram na Eurocopa de 2016, onde a Itália foi eliminada nas quartas de final pela Alemanha, além do fato de que vinte e três convocados jogam em clubes italianos e apenas três no exterior. Confira a lista de convocados por Giampiero Ventura.

Goleiros: Gianluigi Buffon (Juventus-ITA), Gianluigi Donnarumma (Milan-ITA), Federico Marchetti (Lazio-ITA);

Defensores: Luca Antonelli (Milan-ITA), Davide Astori (Fiorentina-ITA), Andrea Barzagli (Juventus-ITA), Leonardo Bonucci (Juventus-ITA), Giorgio Chiellini (Juventus-ITA), Mattia De Sciglio (Milan-ITA), Angelo Obinze Ogbonna (West Ham-ING), Alessio Romagnoli (Milan-ITA), Daniele Rugani (Juventus-ITA);

Meio-campistas: Federico Bernardeschi (Fiorentina-ITA), Giacomo Bonaventura (Milan-ITA), Antonio Candreva (Inter de Milão-ITA), Daniele De Rossi (Roma-ITA), Alessandro Florenzi (Roma-ITA), Riccardo Montolivo (Milan-ITA), Marco Parolo (Lazio-ITA), Marco Verratti (Paris Saint Germain-FRA);

Atacantes: Andrea Belotti (Torino-ITA), Eder Citadin Martins (Inter de Milão-ITA), Manolo Gabbiadini (Napoli-ITA), Ciro Immobile (Lazio-ITA), Leonardo Pavoletti (Genoa-ITA), Graziano Pellè (Shandong Luneng-CHI);

Jovem goleiro

Gianluigi Donnarumma é um dos mais jovens goleiros convocados pela seleção italiana.

Gianluigi Donnarumma é um dos mais jovens goleiros convocados pela seleção italiana.

Além dos destaques já citados, a maior surpresa na convocação da seleção da Itália foi a presença de Gianluigi Donnarumma, goleiro do Milan que aos 17 anos foi convocado pela primeira vez pela seleção italiana principal. Com essa convocação, o jogador de exatos 17 anos e seis meses de idade entrou para a história da seleção italiana, tornando-se o primeiro goleiro mais jovem a defender a Itália em cerca de um século, desde que Rodolfo Gavielli de 16 anos, 3 meses e 8 dias, e Renzo De Vecchi de 16 anos, 3 meses e 23 dias, foram convocados em 1910 e 1911, respectivamente, pela seleção italiana. Donnarumma começou a chamar atenção da seleção italiana na temporada passada, quando participou de trinta jogos pelo Milan, sendo titular em mais da metade. Na atual temporada, o goleiro foi de extrema importância na partida de estreia do Milan no Campeonato Italiano, quando a equipe enfrentou o Torino e conseguiu vencer por 3×2 graças a Donnarumma, que defendeu um pênalti no último lance da partida e garantiu a vitória do Milan na estreia no Campeonato Italiano.

Gianluigi Donnarumma foi formado nas categorias de base do Milan, sendo promovido como o terceiro goleiro da equipe principal em 2015, na época em que Sinisa Mihajlovic era o treinador da equipe. O primeiro torneio em que Donnarumma participou como profissional foi a International Champions Cup, onde o Milan não sofreu nenhum gol. O goleiro entrou na metade do segundo tempo de uma partida contra o Real Madrid e ajudou a equipe a terminar aquele jogo empatado sem gols no tempo normal, porém, o Milan acabou perdendo o jogo nos pênaltis. A estreia de Donnarumma em uma partida oficial aconteceu em outubro de 2015, contra o Sassuolo pelo Campeonato Italiano, tornando-se o goleiro mais novo a defender o Milan, com 16 anos e 8 meses. E desde estão, o jogador vem ganhando seu espaço na equipe, atuando como titular no gol italiano.

Boas Apostas!