Clarence Seedorf é o novo técnico do Deportivo e sua estreia no comando do time da Corunha está agendada para a noite dessa segunda-feira, no desafio que encerra a rodada 23 do campeonato espanhol. O antigo internacional holandês cumpre apenas a sua terceira experiência como técnico principal.

Foto: "Galicia Press"

Foto: “Galicia Press”

Mais uma temporada difícil no Riazor. Clarence Seedorf é o terceiro técnico a assumir os destinos do Deportivo em apenas 23 rodadas, situação que reflete o mau desempenho desportivo do time até então. Após 22 jogos, o conjunto da Galiza está abaixo da linha de perigo, na penúltima colocação da tabela com apenas 17 pontos. Ainda assim, a condenação está longe de se tratar de um cenário consumado e, caso vença o Bétis nessa noite de segunda-feira (12), o Deportivo igualará o Levante, emblema que está imediatamente acima linha de perigo. Para que isso aconteça, o Depor precisa de quebrar um ciclo de resultados negativo que se prolonga há sete jogos e inclui sete derrotas, a última delas frente à Real Sociedad, por cinco bolas a zero. Depois da goleada averbada em San Sebastián, a direção do clube optou por despedir o segundo treinador na atual temporada: Cristóbal Parralo, técnico que já tinha chegado ao Riazor para suceder a Pepe Mel. Agora, a aposta recai sobre Clarence Seedorf, treinador que se prepara para abraçar o seu primeiro grande desafio.

Carreira

Brilhou nos gramados do futebol europeu antes de se transferir para o Botafogo, representando o Real Madrid em sua passagem pela Espanha. Sua ainda curta carreira de técnico está longe de apresentar dados estatísticos brilhantes: passou pelo AC Milan e pelo Shenzhen FC. Em Itália, corria o ano de 2014 quando Berlusconi optou por contratar Seedorf para o lugar do despedido Allegri, recorrendo a uma grande figura do “milanismo” para tentar devolver o time à rota dos triunfos na parte final da temporada, algo que acabou por não acontecer. Dois anos depois, Seedorf voltou a ter a oportunidade de treinar, chegando à Superliga chinesa para orientar o Shenzhen FC, mas sua estadia no clube foi bem curta: esteve apenas de julho até dezembro de 2016, abandonando sem grandes resultados.

O Deportivo é o novo desafio de Seedorf e Tino Fernández, presidente do clube, acredita que o holandês pode vir a ser um verdadeiro “salva vidas” na tentativa de cumprir um objetivo que, segundo o próprio, “está perfeitamente ao alcance” do time. O primeiro teste será cumprido já na noite dessa segunda-feira, sob o julgamento das arquibancadas do Riazor frente ao Bétis orientado por Quique Setién.

Boas Apostas!