Depois de perder dois dos seus principais jogadores, o meio-campista Paulo Henrique Ganso e o atacante argentino Jonathan Calleri, o São Paulo teve que buscar reforços para os setores e nas últimas semanas anunciou algumas contratações para a continuação do Campeonato Brasileiro, o zagueiro Maicon e os atacantes Cueva e Gilberto foram os nomes anunciados oficialmente. E na última semana, o clube paulista anunciou mais uma contratação, o atacante argentino Andrés Chávez, que estava no Boca Juniors e que chegou a atuar ao lado de Calleri no clube argentino.

Andrés Chávez é o novo reforço do São Paulo.

Andrés Chávez é o novo reforço do São Paulo.

O jogador ficará emprestado por um ano no São Paulo, tendo sua negociação confirmada no site oficial do clube paulista na madrugada na terça-feira (19), um dia antes do fechamento da janela de transferência internacional. Segundo o programa Closs, da rádio Continental de Buenos Aires, e o jornal “Olé” com o empréstimo de um ano ao São Paulo, o Boca Juniors receberá cerca de US$ 600 mil (cerca de R$ 1,9 milhão) com uma opção de compra por US$ 4 milhões. A contratação de Chávez aconteceu devido ao treinador Edgardo Bauza, que indicou alguns centroavantes para o São Paulo contratarem para o lugar de Calleri e de Alan Kardec, que foi jogar no futebol chinês. Além de Chávez, quem também aparecia na lista do técnico são-paulino eram os atacantes Milton Caraglio, do Tijuana (MEX) e Larrondo, do Rosário Central (ARG).

Carreira de Andrés Chávez

Andrés Chávez atuando pelo Boca Juniors.

Andrés Chávez atuando pelo Boca Juniors.

Revelado pelo Banfield, onde começou a jogar em 2001 com dez anos, o atacante Andrés Chávez fez sua estreia na equipe principal do Banfield no Torneio Clausura de 2011, no empate em 1×1 com o San Lorenzo. Na temporada 2011/12, o jogador teve de lutar para garantir sua vaga de titular e acabou marcando três gols em vinte jogos. Na temporada seguinte, firmou-se como titular e terminou Primeira B Nacional como artilheiro do time com quinze gols marcados. E na temporada 2013/14, Chávez conquistou seu primeiro título na temporada 2013/14, quando venceu a Primeira B Nacional com Banfield e conseguiu o acesso a primeira divisão do futebol argentino, além de ter sido o vice-artilheiro do Banfield com dezesseis gols marcados. Como consequência ao bom futebol apresentado no seu primeiro clube, Cháves despertou o interesse do Boca Juniors, sendo contratado pelo clube na metade de 2014 por US$ 4 milhões por 50% do passe do atacante.

Pelo Boca, Chávez fez gols importantes na sua primeira temporada, como os dois gols marcados na vitória por 3×0 na partida de volta contra o Rosario Central na fase eliminatória da Copa Sul-Americana, garantindo a vaga do Boca na fase seguinte, além do gol marcado na final da Copa Argentina na vitória por 2×0 sobre o Rosario Central, ajudando o Boca a levar o título da competição. Durante sua passagem pelo Boca, o atacante marcou oito gols e conquistou dois títulos, a Copa Argentina 2014/15 e o Campeonato Argentino de 2015.

Caso Buffarini

Buffarini jogando pelo San Lorenzo.

Buffarini jogando pelo San Lorenzo.

Além das já citadas contratações do São Paulo que foram confirmadas, existe também a negociação com o lateral-direito Buffarini, que estava no San Lorenzo da Argentina.  O problema na negociação é que devido a um problema no sistema TMS FIFA, o registro do lateral não foi concretizado, já que o fim da negociação e a inscrição do jogador só aconteceram minutos antes do fechamento da janela de transferência internacional. Devido a isso, o São Paulo enviou todos os documentos necessários para a CBF, que é responsável por encaminhar a documentação para a FIFA, que será responsável por confirmar a negociação ou não. O prazo dado pela entidade máxima do esporte para dar esta resposta, foi até o final de semana dias 29 e 30.

Segundo uma rádio argentina (Rádio Mitre), o São Paulo pagou cerca de US 2 milhões (R$ 6,5 milhões) para ter Julio Buffarini no seu elenco. E ainda segundo a rádio, o clube brasileiro já havia mandado uma oferta pelo jogador, mas o San Lorenzo teria recusado. Revelado pelo Talleres da Argentina em 2006, o lateral teve passagem pelo Atlético Tucumán entre 2010-2011 e Ferro Carril Oeste entre 2011-2012 para na sequência assinar com o San Lorenzo, onde conquistou o Torneio Inicial do Campeonato Argentino de 2013, a Copa Libertadores em 2014 e a Supercopa Argentina em 2015.

Boas Apostas!