Depois de mais uma derrota no Campeonato Brasileiro, o treinador Doriva pediu demissão do cargo de técnico do Santa Cruz.

Doriva como treinador do Santa Cruz.

Doriva como treinador do Santa Cruz.

Logo depois de mais uma derrota em casa, dessa vez por 0x1 para o Botafogo, Doriva comunicou a diretoria do Santa Cruz que estava deixando o cargo de treinador da equipe. Segundo informou o presidente do Santa Cruz, Alírio Moraes, Doriva afirmou que não estava conseguindo render com o seu trabalho e acabou pedindo demissão, pedido o qual foi aceito pelos dirigentes da equipe pernambucana e que foi selado com uma conversa com o vice-presidente, Constantino Júnior, no dia seguinte ao jogo. O clima do técnico no Santa Cruz já não era dos melhores há algum tempo. Logo depois da partida contra o Botafogo, Doriva discutiu com alguns torcedores presentes no estádio do Arruda, porém, depois acabou pedindo desculpas em entrevista coletiva, assumindo que a paciência já havia se esgotado devido aos maus resultados no Campeonato Brasileiro.

O técnico Doriva assumiu o Santa Cruz em agosto, depois da demissão de Milton Mendes. Durante os dois meses que esteve comandando a equipe, Doriva disputou 16 partidas, conseguindo três vitórias, dois empates e onze derrotas, um aproveitamento de apenas 22,91%. Esse foi o pior aproveitamento de um treinador no Santa Cruz dos últimos anos. Antes de Doriva, o técnico Sérgio Guedes, em 2014, conseguiu um aproveitamento de 43%, com nove vitórias, dez empates e sete derrotas. Depois de dois meses, Doriva deixa o Santa Cruz na décima nona colocação do Campeonato Brasileiro, estando a treze pontos da primeira equipe fora da zona de rebaixamento, o Internacional.

Auxiliar Adriano assumirá

Adriano Teixeira em sua volta ao Santa Cruz.

Adriano Teixeira em sua volta ao Santa Cruz.

No mesmo dia em que confirmou o pedido de demissão do técnico Doriva, o Santa Cruz anunciou que o auxiliar-técnico Adriano assumirá a equipe durante o restante do ano. O anuncio foi feito pelo vice-presidente do Santa Cruz, Constantino Júnior, que afirmou que Adriano permanecerá no comando da equipe até o fim do ano. “Agora, Adriano fica no comando do time até o final da Série A e estamos mapeando o mercado para definirmos como será o próximo ano”. Segundo o mandatário, a reestruturação da equipe pernambucana só acontecerá a partir do próximo ano, quando a equipe anunciará um novo treinador e um novo planejamento. “É bom primeiro que a gente prospecte o mercado. O treinador vai ter de se enquadrar em algumas normas. E certamente vai pesar a palavra final na hora das contratações. Não vamos buscá-lo de maneira desesperada. Temos de discutir o perfil com muita tranquilidade”.

Adriano Félix Teixeira, agora treinador interino do Santa Cruz, atuou como jogador entre 1992 e 200, passando por grandes equipes brasileiras como Fluminense e Vasco da Gama, e por equipes espanholas, como Celta de Vigo e Leonesa. Jogando como zagueiro, Adriano encerrou sua carreira no Santa Cruz, em 2007, e foi contratado pela equipe pernambucana em 2014, como auxiliar-técnico, posição que ocupava até hoje.

Milton Mendes antecedeu Doriva

Milton Mendes em entrevista pelo Santa Cruz.

Milton Mendes em entrevista pelo Santa Cruz.

Antes de contar com Doriva ou Adriano como seus treinadores, o Santa Cruz teve o experiente Milton Mendes como seu comandante durante boa parte do ano. Contratado em março de 2016, Milton Mendes esteve na equipe pernambucana até o início de agosto, quando pediu demissão devido aos maus resultados conquistados no Campeonato Brasileiro. Mesmo depois de conquistar o Campeonato Pernambucano e a Copa do Nordeste, o treinador não suportou a sequência ruim da equipe no Brasileirão, ficando quatro partidas seguidas sem uma vitória e ocupando a vice-lanterna do Campeonato Brasileiro.

A decisão foi tomada pouco depois da derrota em casa por 1×2 para o São Paulo, pela 19ª rodada do Brasileirão. Segundo os dirigentes do Santa Cruz, a diretoria ainda tentou convencer Milton Mendes a permanecer no comando da equipe, porém, ele não mudou de ideia e acabou pedindo demissão. Durante a entrevista coletiva realizada depois da derrota para o São Paulo, o treinador assumiu a responsabilidade sobre os resultados ruins e falou sobre deixar o cargo. “Assumo responsabilidade, deixo o cargo, mas não vou falar mal de ninguém. É minha postura como líder, como um gestor, e como um pai de família. […] O clube está mudando uma série de paradigmas e avançando em situações”. Milton Mendes deixou o Santa Cruz com dois títulos, Campeonato Pernambucano e Copa do Nordeste, e com um aproveitamento de 46,87%, conquistado em doze vitórias, nove empates e onze derrotas.

Boas Apostas!