Alteração no comando técnico do West Ham. A campanha dos “Hammers” tem ficado bem aquém das expetativas e, 11 rodadas após o início da Premier League 2017/18, a diretoria do time londrino decidiu abdicar dos serviços de Slaven Bilic. David Moyes volta a exercer para suceder ao treinador croata de 49 anos.

A goleada sofrida na receção ao Liverpool (1-4) foi a “gota de água” para a diretoria do West Ham. Os responsáveis do emblema de Londres decidiram colocar um ponto final na carreira de Slaven Bilic à frente do time principal, consequência da fraca campanha que a equipa tem vindo a protagonizar. Após um defeso em que a diretoria do clube mobilizou esforços para garantir reforços como Pablo Zabaleta ou Chicharito Hernández, o 18º e antepenúltimo lugar em que o West Ham se encontra ao cabo de 11 rodadas corresponde a um registo claramente aquém das expetativas. Em 33 pontos possíveis, o West Ham conquistou apenas nove, resultado de duas vitórias e três empates. Slaven Bilic abandona o clube ao qual tinha chegado no início da temporada 2015/16, proveniente dos turcos do Besiktas. Importa referir que o técnico natural de Split já tinha representado os “Hammers” enquanto jogador, nas temporadas 1995/96 e 1996/97.

Moyes é o sucessor

Foto: "West Ham"

Foto: “West Ham”

Esta segunda-feira (7), o West Ham anunciou oficialmente a contratação de David Moyes para a vaga deixada por Slaven Bilic no comando técnico. O técnico escocês estava no desemprego desde a temporada passada, ao longo da qual orientou o Sunderland, time que acabou por descer ao Championship. No seu curriculum, David Moyes conta com as conquistas de uma edição da Supercopa de Inglaterra e de uma Copa da Liga.

O percurso de David Moyes no futebol inglês é sobejamente conhecido. Após ter iniciado a sua carreira de treinador no Preston North End, clube em que terminou a carreira de jogador, David Moyes assumiu os destinos do Everton corria a temporada 2001/02. Permaneceu em Liverpool durante mais de uma década, deixando o clube em 2012/13 para encarar o maior desafio da sua carreira enquanto profissional: suceder ao compatriota Alex Ferguson no Manchester United. A experiência na correu da melhor forma e Moyes deixou Old Trafford no final da temporada, sem glória e sem deixar saudades, abraçando o primeiro projeto fora de portas. Em San Sebastián, na Real Sociedad, cumpriu a época 2014/15 e ainda iniciou a temporada seguinte, deixando o clube após 11 partidas oficiais. Em 2016/17 esteve no Stadium of Light para servir o Sunderland e agora retorna para defender os “Hammers”. No Olímpico de Londres, o treinador de 54 anos orientará o sexto clube da sua carreira.

Boas Apostas!