Na última terça-feira (08) o atacante de 35 anos Roque Santa Cruz anunciou que esta se aposentando da seleção paraguaia, a qual defendeu por 17 anos.

Atacante Roque Santa Cruz jogando pelo Paraguai.

Atacante Roque Santa Cruz jogando pelo Paraguai.

O anúncio foi feito pelo próprio jogador durante uma coletiva de imprensa realizada antes da partida entre Paraguai e Peru, pelas Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2018, onde o jogador, emocionado, agradeceu aos fãs e afirmou que a seleção era sua motivação para ter um bom trabalho. “A seleção continuará a crescer. Pensei muito sobre como começar esta coletiva e quero dizer primeiro que concluo meu tempo na seleção. Quero agradecer aos fãs pelo carinho, pelos bons e maus momentos que vivemos juntos. O que consegui foi com muito sacrifício, porque a seleção foi sempre a minha motivação para trabalhar mais e ser convocado. É impossível não me emocionar. Vou continuar apoiando a equipe onde quer que eu esteja, porque fizemos muitas coisas”, afirmou Roque ao lado do amigo e companheiro de seleção, Paulo da Silva.

Nos mais de dez anos que esteve na seleção paraguaia, o atacante Roque Santa Cruz não conquistou nenhum título, sendo vice-campeão da Copa América de 2011, perdendo a final para o Uruguai. Porém, em 111 partidas disputadas pelo Paraguai, marcou 32 gols, sendo o maior artilheiro da história da seleção sul-americana, além de ter atuado em três Copas do Mundo, 2002, 2006, 2010, marcando sete gols. Por esse bom histórico na sua seleção, o Paraguai se pronunciou através da sua conta oficial no Twitter, agradecendo o jogador pelo trabalho feito na seleção. “Obrigado, goleador histórico! Nosso embaixador alvirrubro. Roque é da alvirrubra sempre!”

Carreira na seleção

Roque Santa Cruz jogando pelo Paraguai na Copa do Mundo de 2010.

Roque Santa Cruz jogando pelo Paraguai na Copa do Mundo de 2010.

O atacante Roque Santa Cruz estreou pela seleção profissional paraguaia aos 17 anos, durante a Copa América de 1999, onde foi o artilheiro do Paraguai com três gols marcados. Seus primeiros gols pela seleção foram marcados na goleada por 4×0 sobre o Japão, em julho de 1999 pela Copa América. Três anos depois, disputou a Copa do Mundo de 2002, onde ajudou a seleção paraguaia a chegar aos oitavas de final. Já no mundial de 2006, Santa Cruz quase não participou da Copa do Mundo realizada na Alemanha, já que havia sofrido uma séria lesão no joelho. Porém, acabou se recuperando a tempo e disputou a competição, mas sua seleção ficou apenas na fase de grupos, sem conseguir chegar à fase eliminatória. Em 2016, foi convocado para a Copa América Centenário, porém, não pode disputar a competição devido a uma lesão. O último gol de Roque Santa Cruz pelo Paraguai foi marcado em setembro de 2013, ainda na fase classificatória para a Copa do Mundo de 2014, no Brasil. Como já dissemos, ao todo foram 32 gols marcados pela seleção paraguaia, sendo o maior artilheiro da equipe e o sexto jogador a chegar as 100 partidas disputadas pelo Paraguai, totalizando 111 jogos.

Atualmente, a seleção paraguaia ocupa a sétima colocação das Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2018, estando um ponto atrás da zona de repescagem e estando a dois pontos da zona de classificação para o próximo mundial. Na quinta-feira (10) o Paraguai enfrentou o Peru pela 11ª rodada, perdendo em casa por 1×4, enquanto na rodada seguinte enfrentará a Bolívia, no próximo dia 15.

Carreira em clubes

Roque Santa Cruz jogando pelo Bayern de Munique.

Roque Santa Cruz jogando pelo Bayern de Munique.

Além de um bom desempenho pela sua seleção, o atacante Roque Santa Cruz teve também bons resultados pelas equipes que defendeu durante sua carreira, a qual começou no Olimpia. Na equipe paraguaia, Roque chegou aos 9 anos, destacando-se pelos gols e sendo chamado para a equipe profissional ainda com 15 anos, fazendo sua estreia aos 16 anos no “Super Clássico” contra o Cerro Porteño. Na sequência, ajudou o Olimpia a ser campeão do Campeonato Paraguaio em 1998 e 1999, quando foi artilheiro e craque da competição. Depois do sucesso no futebol paraguaio, Roque passou pelo Bayern de Munique, onde ficou entre 1999 e 2007, conquistando onze títulos, o Campeonato Alemão (1999/00, 2000/01, 2002/03, 2004/05, 2005/06), a Liga dos Campeões (2000/01), a Copa da Alemanha (1999/00, 2002/03, 2004/05, 2005/06) e a Copa Intercontinental (2001).

Depois da bela passagem pela equipe alemã, o atacante paraguaio foi para o Blackburn Rovers da Inglaterra, permanecendo na equipe até 2009, quando foi contratado pelo Manchester City. Porém, dois anos depois voltou ao Blackburn, dessa vez sendo emprestado. Na sequência, ainda foi emprestado para o Real Betis e para o Málaga, sendo que este último comprou o jogador em 2013. No ano seguinte, foi para o futebol mexicano e novamente emprestado ao Málaga. Já em 2016, voltou para o Olimpia, seu time do coração, onde já marcou quatro gols em onze jogos e vem ajudando a equipe a se manter na parte de cima da tabela do Campeonato Chileno, estando na segunda colocação, quatro pontos atrás do líder Guarani Asuncion.

Boas Apostas!