Ponto final no percurso de Wayne Rooney ao serviço da seleção inglesa. Aos 31 anos, o atacante anunciou que não voltará a representar os “three lions”.

Foto: "AP Photo/Tim Ireland"

Foto: “AP Photo/Tim Ireland”

Na Europa, a semana futebolística também fica marcada pela divulgação das listas de jogadores que vão representar as respetivas seleções nas eliminatórias de classificação para a Copa do Mundo 2018. A Inglaterra lidera seu grupo de apuramento e o seleccionador Gareth Southgate contactou Wayne Rooney para saber qual a disponibilidade do atacante para integrar a lista de convocados, porém, a resposta do outro lado da linha foi negativa. O jogador mais internacional de sempre pela seleção inglesa, capitão durante o Euro 2016, comunicou a Southgate que decidiu não voltar a vestir as cores nacionais: “Foi excelente receber um telefonema de [Gareth] Southgate a informar que contava comigo para os próximos jogos da seleção. No entanto, após pensar bastante, expliquei chegou o momento de abandonar a seleção. É uma decisão difícil que tomei depois de conversar com a minha família, com o técnico do Everton e com todos os que são importantes para mim”, referiu.

A participação no Euro 2016 foi a última fase final de uma grande competição em que Wayne Rooney deu seu contributo à seleção inglesa, eliminada nas oitavas às mãos da Islândia. Foi a sexta fase final de uma grande competição em que “Wazza” participou com a seleção principal dos “three lions”, em uma ligação que durou mais de uma década. A primeira grande competição que disputou foi o Euro 2004, em Portugal, apontado quatro gols nos quatro jogos que disputou.

Wayne Rooney termina seu percurso ao serviço da nação com o título de mais internacional de sempre. Cumpriu 119 jogos e marcou 53 gols. A época 2017/18 fica marcada pela mudança na vida desportiva de Wayne Rooney que para além de ter renunciado à seleção, regressou às origens para representar o Everton, deixando o Manchster United, emblema em que construiu um legado durante 13 temporadas. Em Liverpool, o início de época protagonizado pelo atacante está a ser bem prometedor. Além de ter feito o gol que deu a vitória ao Everton frente ao Stoke City na rodada inaugural da Premier League 2017/18, também marcou no empate com o Manchester City (1-1).  O Everton está a disputar o “play-off” de acesso à fase de grupos com o time croata do Hajduk Split e venceu a primeira partida por dois a zero, porém, Ronald Koeman ainda não promoveu a estreia de Rooney na competição. Na época passada, conquistou o troféu ao serviço do Manchester United de José Mourinho.

Boas Apostas!