Arrancou a temporada 2017 nos Estados Unidos. O pontapé de saída na Major League Soccer (MLS) – campeonato norte-americano de futebol – terminou com uma goleada dos Portland Timbers sobre os Minessota United.

Foto: "MLS"

Foto: “MLS”

“Baby steps”. O futebol tem ganho, vagarosamente, espaço no panorama norte-americano.  O “soccer” continua a representar a “reforma dourada” para  muitos craques que brilharam no futebol europeu e sul-americano, isso num campeonato que reúne cada vez mais espetadores pela possibilidade de ver “história em movimento” com várias lendas em ação. Na madrugada de sábado, o Providence Park em Portland, Oregon, um dos estádios com melhor ambiente nas arquibancadas nos EUA, recebeu a partida inaugural dessa Major League Soccer 2017. Com o brasileiro Ibson (lembra dele?) no banco de reservas, o Minnesota United teve uma má estreia na MLS ao sair goleado pelo Portland Timbers por cinco a um, num resultado maioritariamente construído na etapa final do desafio. Três dos cinco gols dos Portland Timbers foram apontados nos derradeiros dez minutos por Diego Váleri (82, pênalti) e Fanendo Adi (90+1′ e 90+3′). Os Portland Timbers apontam à conquista do título e iniciaram da melhor forma possível seu trajeto na conferência Oeste. Nessa primeira fase, as equipas são divididas em duas conferências distintas – cada uma com 11 times – à imagem do que acontece noutros desportos americanos, nomeadamente na NBA.

Número de brasileiros se mantém

Se de 2015 para 2016 se registou uma diminuição no número de brasileiros na MLS, de 2016 para 2017, a quantidade de “Canarinhos” na prova é exatamente a mesma: São 13 os brasileiros que se preparam para disputar o campeonato, distribuídos por dez times distintos. Kaká é figura de proa num campeonato que conta ainda com a presença de atletas de renome mundial como David Villa, Drogba, Lampard e Gerrard.

Chicago Fire: Juninho
Columbus Crew: Artur
DC United: Marcelo Sarvas
Houston Dynamo: Alex e Leonardo
Minnesota United: Ibson
New York Red Bulls: Felipe Martins
Orlando City: Kaká e PC
Philadelphia Union: Ilsinho e Fabinho
San Jose Earthquakes: Matheus Silva
Sporting Kansas City: Igor Julião

Chegadas à MLS

A Major League Soccer desperta sempre interesse nos adeptos pelos nomes que reúne com passado associado ao futebol europeu. Essa época não é excepção, importando destacar alguns dos grandes nomes que abraçram o desafio de rumar aos Estados Unidos neste ano de 2016: Nemanja Nikolic (Chicago Fire), Romain Alessandrini (La Galaxy), Josef Martínez (Atlanta United), Héctor Villalba (Atlanta United), Miguel Almirón (Atlanta United), Montero (Vancouver Whitecaps), Kenwyne Jones (Atlanta United), Max Moralez (NY City FC) e Seba Blanco (Portland Timbers). Destaque para o forte reforço do plantel do Atlanta United, clube que tem legítimas aspirações em sonhar com a conquista do título norte-americano.

Jogos de hoje

Com apenas um jogo no primeiro dia para assinalar seu pontapé de saída, a MLS segue este sábado com a realização de mais quatro jogos. Columbus Crew – Chicago Fire, LA Galaxy – FC Dallas, Salt Lake – Torono FC e Colorado Rapids – New England Revolution. Os Seattle Sounders, vencedores da competição em 2016, só vão entrar em campo no domingo, visitando o terreno do Houston Dynamo.

Boas apostas!