Logo depois da derrota fora de casa por 3×0 na última quarta-feira (14) para a Ponte Preta pela 25ª rodada do Campeonato Brasileiro, o treinador gremista Roger Machado acabou pedindo demissão do comando técnico da equipe devido a uma sequência ruim na competição nacional, nas últimas cinco partidas, foram dois empates e três derrotas. O pedido de demissão foi feito ainda no vestiário do estádio Moisés Lucarelli, casa da Ponte Preta, onde Roger Machado conversou por cerca de 40 minutos com o presidente do Grêmio, Romildo Bolzan, e pediu de forma irrevogável para deixar o comando da equipe gaúcha. “O técnico Roger Machado pediu demissão e não comanda mais o Grêmio. Foi um pedido dele, de forma irrevogável. Ele conduziu muito bem este processo, nosso projeto, gostaríamos de contar com ele. Mas em uma situação de auto avaliação, ele pediu para sair, tivemos que aceitar”, afirmou Bolzan.

Roger Machado em coletiva de imprensa pelo Grêmio.

Roger Machado em coletiva de imprensa pelo Grêmio.

Esta foi a segunda vez que Roger Machado teria entregado o cargo de treinador no Grêmio. Logo depois da derrota fora de casa por 4×0 para o Coritiba pela 23ª rodada do Brasileirão, o treinador havia avisado aos dirigentes do Grêmio que seria necessário reavaliar a condição do trabalho. Porém, Roger acabou decidindo continuar na equipe, até na última quarta-feira foi imutável quanto a decisão de deixar o Grêmio. “Em Curitiba ele não pediu demissão. Só avaliou a situação. Hoje ele foi incisivo e contundente, foi forte e irreversível”, afirmou o presidente do Grêmio em entrevista coletiva.

Enquanto esteve no comando técnico do Grêmio, Roger Machado disputou 94 partidas, conquistando 48 vitórias, 22 empates e 24 derrotas, resultando em um aproveitamento de 58,8% e uma passagem sem títulos.

Carreira no futebol

Roger Machado comandando o Juventude.

Roger Machado comandando o Juventude.

O ex-lateral-esquerdo Roger Machado foi revelado pelo Grêmio em 1994, quando fez sua estreia como profissional. Durante sua carreira de jogador, Roger esteve em apenas três equipes, sendo que conquistou a grande maioria dos seus títulos no Grêmio, jogando na equipe entre 1991 (categorias de base) e 2003 e conquistando três vezes a Copa do Brasil, quatro vezes o Gaúcho, uma vez a Libertadores,  um Campeonato Brasileiro, entre outros. Além do Grêmio, Roger jogou no clube japonês Vissel Kobe entre 2004 e 2005, e o Fluminense entre 2006 e 2008.

Já sua carreira de treinador, foi iniciada em 2011, quando trabalhou como auxiliar-técnico do Grêmio, comandando a equipe em duas oportunidades, ambas contra o maior rival da equipe, o Internacional, e vencendo as duas por 2 a 1. Em 2014, Roger Machado foi anunciado como novo treinador do Juventude para a disputa do Campeonato Gaúcho e da terceira divisão do Campeonato Brasileiro (Série C), porém, disputou apenas dezesseis partidas, conquistando seis vitórias, cinco empates e cinco derrotas, sendo demitido depois de duas derrotas em casa. No início do ano seguinte, Roger foi anunciado no Novo Hamburgo, onde novamente disputou dezesseis partidas, conseguindo seis vitórias, quatro empates e seis derrotas. E em maio de 2015, foi anunciado como novo treinador do Grêmio, onde ficou até meados de setembro deste ano.

Há 9 anos, Mano Menezes foi quem mais durou no cargo

Mano Menezes foi o último treinador que ficou um ano completo no Grêmio.

Mano Menezes foi o último treinador que ficou um ano completo no Grêmio.

Com a demissão de Roger Machado, o Grêmio completou nove anos seguidos sem ter apenas um treinador durante o ano. O último treinador gremista que conseguiu permanecer na equipe por uma temporada foi Mano Menezes em 2007, quando o Grêmio conquistou o Campeonato Gaúcho e foi finalista na Copa Libertadores, sendo derrotado pelo Boca Juniors e ficando com o vice-campeonato. Depois da saída de Mano, o Grêmio contratou Vagner Mancini para o início de 2008, porém, o novo treinador durou apenas seis jogos, sendo demitidos mesmo estando invicto porque os dirigentes da época não estavam satisfeitos com o desempenho da equipe. Na sequência, o Grêmio teve doze treinadores diferentes comandando seu elenco. Confira a lista de profissionais que treinaram o Grêmio nos últimas nove anos:

2007 – Mano Menezes

2008 – Vagner Mancini e Celso Roth

2009 – Celso Roth, Paulo Autuori e Marcelo Rospide

2010 – Silas e Renato

2011 – Renato, Julinho Camargo e Celso Roth

2012 – Caio Jr e Vanderlei Luxemburgo

2013 – Vanderlei Luxemburgo e Renato

2014 – Ederson Moreira e Felipão

2015 – Felipão e Roger Machado

2016 – Roger Machado

Boas Apostas!