“Um passo de gigante”. É dessa forma que o jornal espanhol “Marca” descreve a a reunião entre Josep Maria Bartomeu e Jorge Messi em que foi discutida a renovação do contrato que liga a estrela argentina ao Barcelona.

Foto: "PAU BARRENA/AFP/Getty"

Foto: “PAU BARRENA/AFP/Getty”

Ao início da tarde de sexta-feira, o jornal “AS” tinha avançado que a primeira proposta apresentada pelo Barcelona a Jorge Messi, pai e representante de Leo Messi, tinha sido recusada, alegando um desacordo no que diz respeito aos valores salariais propostos. Se o torcedor “blaugrana” ficou preocupado com a situação, colocando a possibilidade de Leo Messi abandonar o time de toda uma vida, poderá ficar bem mais tranquilo atendendo às informações avançadas pelo jornal “Marca” ao final da noite de sexta-feira.

Segundo o jornal esportivo espanhol, a renovação está perto de se concretizar e Leo Messi deverá permanecer na “Cidade Condal” após junho de 2018, data em que expira o atual contrato. Bartomeu e Jorge Messi estiveram reunidos nos últimos dias e, aparentemente, chegaram a uma base de entendimento que agrada a ambas as partes. Com o acordo solidificado em suas primeiras premissas e vontade de ambas as partes para dar continuidade à ligação, resta ultimar os pormenores para encerrar um acordo que ao que tudo indica será oficialmente comunicado após o final da temporada, no início de junho, visto que o Barcelona tem ainda a final da Copa del Rey no final de maio. Acertada que está a base do acordo, Jorge Messi regressará à Argentina brevemente e os detalhes do acerto serão finalizados para que a prolongação do vínculo se torne uma realidade e Leo Messi continue efetivamente defendendo as cores do time catalão. Vencedor de cinco bolas de ouro, vale lembrar que o astro argentino marcou recentemente o seu gol 500 com a camisa do Barcelona, recebendo uma bela homenagem no Camp Nou. Esta temporada, apesar de já não estar na Liga dos Campeões, o Barça seue na briga pelo campeonato espanhol após uma brilhante vitória no Santiago Bernabéu e também vai marcar presença na final da Copa del Rey.  Vencedor de todas as competições (exceto Liga Europa, pois nunca disputou) possíveis com o Barcelona, em termos de carreira, falta a Messi devolver a seleção argentina à glória. Por agora, a medalha de ouro no torneio olímpico de futebol foi o máximo conquistado na defesa das cores da “albiceletes”. Após a segunda final da Copa América perdida para o Chile consecutivamente, Messi colocou a hipótese de deixar “La sele”, regressando entretanto. Após ter visto seu castigo ser reduzido, precisa dar uma ajuda à sua seleção nas eliminatórias pela presença na Copa do mundo 2018.

Boas Apostas!