Cartada decisiva nas contas do título espanhol. O Real Madrid se dsloca a Vigo na noite desta quarta-feira, disputando um compromisso que estava inicialmente agendado para 5 de fevereiro e foi adiado devido aos estragos verificados na cobertura do Balaídos.

RMCFLíder da tabela classificativa com os mesmos 87 pontos que o Barcelona, em caso de vitória, o Real Madrid dará um passo de gigante rumo à conquista de um título que foge ao time desde a temporada 2011/12. Os “Merengues” enfrentam seu “carrasco” na Copa do Rei e não esperam facilidades por parte dos comandados de Eduardo Berizzo, semifinalistas da atual edição da Liga Europa.

A derrota caseira frente ao Barcelona (2-3) colocou o Real Madrid em estado de alerta máximo, relançando a luta pelo título nesta reta final. A equipa soube responder nos encontros seguintes e venceu os quatro jogos disputados para o campeonato desde então, na maioria das ocasiões sem grande sofrimento envolvido. Goleou o Depor (2-6), rival deste Celta, superiorizou-se ao Valência (2-1), ao Granada (0-4) e Sevilha (4-1). Zinedine Zidane soube gerir a situação, até porque no meio desta sequência encaixa a eliminatória das semis da Liga dos Campeões, etapa da prova em que bateu o Atlético de Madrid no Bernabéu por três a zero na ida e na volta saiu do Calderón com uma derrota pela margem miníma (2-1) que permitiu seguir para a final de Cardiff, onde enfrentará a Juventus. Antes de pensar no confronto com a “Vecchia Signora”, o Real Madrid precisa de conquistar pelo menos quatro pontos no campeonato espanhol para se sagrar campeão. As contas são fáceis de fazer: Neste momento, Barcelona e Real Madrid contabilizam os mesmos 87 pontos, mas o time da capital tem menos um encontro disputado que o rival “blaugrana” – a liderança é ocupada pelo Barcelona, com vantagem no confronto direto e no “goal average”. Se fizer quatro pontos nos confrontos com Celta de Vigo e Málaga, ambos fora de portas, o Real Madrid voltará a reinar na Espanha, isso antes de viajar para o País de Gales com o intuito de defender o título europeu que atualmente possui.

Motivado depois de garantir o acesso à final da Liga dos Campeões, o Real Madrid chega ao Balaídos em grande fase, tentando “descomplicar” o desafio tal como fez frente ao Sevilha. “Zizou” espera que a máquina ofensiva esteja bem oleada e funcione desde cedo, chegando ao 63º jogo consecutivo a marcar. Repetir o resultado alcançado na última visita ao Balaídos (2-2) deixaria o Real Madrid isolado no comando da prova, mas aumentaria a pressão à entrada para a última rodada, marcada pela visita ao La Rosaleda.

O Celta de Vigo apresenta um percurso interessante nesta temporada, sobretudo na Liga Europa e na Copa de Espanha, mas o Real dificilmente poderia encarar esse adversário em melhor altura. O Celta já não corre por um objetivo concreto nesta reta final e está no remate de uma temporada desgastante, até porque não dispôs dos mesmos argumentos que o Real para lutar em todas as frentes. Com dez golos marcados nas suas últimas duas deslocações, o Real Madrid pretende manter seu bom registo frente a um adversário que não vence há oito jogos, tendo averbado seis derrotas nesta sequência.

Boas Apostas!