As oitavas da Liga dos Campeões 2018/19 arrancam nessa terça-feira (12). O Manchester United recebe o PSG em Old Trafford, enquanto a Roma enfrenta o Porto no Olímpico da capital italiana. As partidas têm início agendado para as 18 horas, horário de Brasília.

Manchester United – PSG

Foto: "Bildbyran"

Foto: “Bildbyran”

No dia em que o sorteio das oitavas da Liga dos Campeões ditou um embate entre Manchester United e PSG, a confiança estava longe de reinar na torcida dos “Red Devils”. No entanto, cerca de 24 horas após o sorteio, José Mourinho abandonaria o comando técnico da equipa para dar lugar a Ole Gunnar Solskjaer, mudança que incutiu esperança em Old Trafford. A mudança teve um impacto positivo no time, tanto que os resultados positivos falam por si só. O United ainda não sabe o que é perder sob as ordens de Solskjaer e só não venceu um dos 11 encontros que disputou. Apesar das vitórias nas idas até os terrenos de Tottenham (0-1) e Arsenal (1-3), a primeira grande “prova de fogo” para o Manchester United será precisamente diante do PSG, encontro que corresponde ao primeiro de três desafios consecutivos de exigência máxima para os britânicos.

Do lado do PSG, há pelo menos duas baixas de vulto: tal e qual como há um ano atrás, Neymar vai falhar a primeira mão das oitavas da Liga dos Campeões por lesão, sendo que o artilheiro uruguaio Edinson Cavani também não está em condições de dar seu contributo à equipa. Como se a ausência de duas “estrelas da companhia” não bastasse, Thomas Meunier, habitual titular, também se lesionou e vai falhar a deslocação a Old Trafford. O domínio interno está devidamente consolidado e não é novidade que o time de Paris encara a Liga dos Campeões como prioridade.

AS Roma – FC Porto

Romanos e portistas estão a atravessar momentos delicados na temporada, mas tudo isso precisa ficar para trás quando os dois times subirem ao relvado do Olímpico de Roma para a disputa da partida de ida das oitavas da Liga dos Campeões.

Semifinalista da última edição da competição após uma virada histórica diante do Barcelona, a equipe romana não tem estado ao melhor nível nas últimas semanas e foi recentemente eliminada da Copa de Itália ao sofrer uma goleada histórico (7-1) no Artemio Franchi, às mãos da Fiorentina. Ainda que essa tenha sido a única derrota sofrida pela Roma nos últimos oito desafios, Eusebio Di Francesco está em uma posição bem delicada e a eliminatória com o Porto poderá muito bem ser decisiva para seu futuro no clube. Nessa partida de ida, Robin Olsen, Diego Perotti, Juan Jesus e Patrik Schick são baixas no time local.

O Porto foi dos primeiros times a assegurar presença nessas oitavas da Liga dos Campeões ao vencer cinco dos seis encontros que disputou. Nas últimas semanas, o time “azul e branco” tem registado uma ligeira quebra que permitiu a aproximação de Benfica e Braga no campeonato local. Nos últimos dois encontros disputados, os portistas empataram sem gols com o Vitória em Guimarães e a uma bola frente ao Moreirense, graças a um gol apontado já nos acréscimos. É precisamente no ataque que residem os principais problemas do time mandado por Sérgio Conceição, ex-jogador da Lazio, rival da Roma. Vincent Aboubakar segue lesionado e, na ida a Guimarães, Marega também se juntou ao lote de indisponíveis. O brasileiro Tiquinho Soares será opção para a frente de ataque mas não vai poder contar com o apoio do mexicano Corona, suspenso nesse desafio. Apesar de ter marcado pelo menos três golos em cada um dos últimos quatro encontros que disputou para a Liga dos Campeões e de a zaga da Roma ter alguns problemas, as asuências na frente de ataque poderão pesar do lado dos “dragões”.

Boas apostas!