A quarta jornada da Liga dos Campeões da Ásia 2017 colocou frente a frente as duas principais forças do grupo F. Em Saitama, no Japão, os Urawa Reds se superiorizaram ao Shanghai SIPG e a partida teve forte cunho brasileiro. Rafael Silva brilhou, Oscar teve uma tarde menos feliz.

Rafael Silva decidiu a partida

Foto: "Getty Images"

Foto: “Getty Images”

Rafael Silva foi o “herói” do dia em Saitama ao marcar o gol que definiu a partida a favor dos Urawa Reds, treinados pelo sérvio Mihailo Petrovic. O atacante revelado pela base do Corinthians foi um dos dois únicos “gringos” no time titular do Urawa, juntamente com o esloveno Zlatan Ljubijankic, também na frente de ataque. O tento apontado aos 44 minutos do primeiro tempo permitiu ascender à primeira posição do grupo F. O jogador de 25 anos marcou nos últimos cinco jogos oficiais que disputou e, para a Liga dos Campeões da Ásia, só ficou “em branco” diante do Seoul.

Oscar em destaque… Pela negativa

Foto: "Getty Images"

Foto: “Getty Images”

Com Hulk de fora por lesão, o técnico português André Villas-Boas apostou em Oscar e Elkeson para o time titular. O meia com passagem anterior pelo Chelsea teve uma tarde bem atribulada no Japão, ao desperdiçar duas grandes penalidades na mesma partida. A primeira grande chance para chegar ao gol surgir aos 20 minutos do primeiro tempo, com Oscar a mandar por cima do travessão. Na segunda chance, aos 31 do segundo tempo, Oscar permitiu a defesa ao goleiro japonês Shusasku Nishikawa. Ao deixar os três pontos em Saitama, o Shanghai SIPG perdeu a possibilidade de se apurar desde já para a fase a eliminar e também a liderança do grupo F, por desvantagem no confronto direto frente ao Urawa Reds.

Na outra partida do grupo, o FC Seoul do brasileiro Maurinho perdeu por duas bolas a três no estádio Parramatta, em Sydney, frente ao WS Wanderers.

Outros artilheiros brasileiros

Há vários embaixadores brasileiros na Liga dos Campeões da Ásia, divididos pelos diferentes emblemas que atuam na prova. Para além dos destacados Oscar, Hulk ou Elkeson, Carlos Eduardo (Al Hilal), Alan (Guangzhou Evergande) e Rodrigo Tabata (Al-Rayyan) também se têm destacado no continente asiático, sendo que cada um já fez pelo menos três gols nesta edição da competição. O meia Carlos Eduardo definiu a partida entre Al Hilal e Al Wahda nesta quarta rodada da fase de grupos da Liga dos Campeões da Ásia, ao converter uma grande penalidade no único gol da partida. O Al-Rayyan de Tabata – nasceu no Brasil mas também tem nacionalidade “qatari” – empatou sem gols na casa do Persepolis, enquanto o Guangzhou Evergrande de Alan, Paulinho, Ricardo Goulart e Luiz Felipe Scolari só entrar em campo nesta quarta-feira, para enfrentar o Kawasaki Frontale no Japão.

Boas Apostas!