A Copa Libertadores da América 2016 começa em menos de 1 mês e muitas dúvidas rondam as equipes brasileiras na competição. O primeiro a entrar em campo, pela fase de Pré Libertadores, é o São Paulo. Se passar pelo César Vallejo, o time se junta a Corinthians, Atlético Mineiro, Grêmio e Palmeiras e assim o Brasil confirma 5 integrantes no torneio mais tradicional das Américas.

Corinthians – De favorito a Incógnita

Renato Augusto trocou o Corinthians pela China

Renato Augusto trocou o Corinthians pela China

O atual campeão brasileiro tinha tudo para ser um dos favoritos a conquistar seu segundo título na Libertadores. O time fez um campeonato nacional muito acima de seus adversários, terminando com 12 pontos a frente do segundo colocado, o Clube Atlético Mineiro. O início de 2016, porém, está deixando a torcida corintiana preocupada. Destaques do nacional como Jádson e Renato Augusto (eleito o melhor jogador do Brasileirão 2015) deixaram a equipe rumo à China. O atacante Vagner Lover fechou com o Mônaco da França. Outros jogadores que estão de malas prontas para deixar o Parque São Jorge são Ralf (China) e o goleiro Cássio (Turquia). O timão ainda pode perder o zagueiro Gil e o volante Elias.Em contrapartida, o time anunciou a chegada do meio campo Marlone, um dos destaques do Sport no Campeonato Brasileiro e conta com a volta de Pato, que estava emprestado ao São Paulo. O atacante, porém, causa mal estar no Corinthians e espera uma proposta europeia para ir embora.

Com a perda de tantos jogadores importantes, o Corinthians terá que começar um trabalho praticamente do zero. O técnico Tite, que tem competência de sobra, terá muito trabalho para acertar o time e poder ter chances de título. O grupo Corintiano conta com Cerro Porteño, Cobresal e o vencedor de Oriente Petrolero e Santa Fé, atual campeão da Copa Sulamerica.

Atlético Mineiro – Em busca do segundo título

O Atlético Mineiro se classificou para a Libertadores após conquistar o segundo lugar no campeonato nacional. A equipe brigou com o Corinthians enquanto pode, porém decaiu muito na segunda metade do Brasileirão. O desempenho do segundo turno, inclusive, culminou com a demissão do técnico Levir Culpi, campeão da Copa do Brasil em 2014. Para seu lugar, o clube anunciou a contratação do uruguaio Diego Aguirre. O técnico chega ao galo após passagem discreta pelo Internacional de Porto Alegre.

Lucas Pratto: Peça fundamental do galo

Lucas Pratto: Peça fundamental do galo

O Atlético conseguiu manter sua base para a disputa da competição continental. Jogadores importantes como Vitor, Leonardo Silva, Dátolo, Luan e o artilheiro Lucas Pratto continuam na equipe. A única preocupação fica por conta do interesse do Sevilla por Jémerson. O jovem zagueiro foi escolhido para formar a seleção do Campeonato Brasileiro 2015 e conseguiu sua primeira convocação no ano passado.

Quanto aos reforços, a chegada do zagueiro Erazo deve reforçar o sistema defensivo e suprir uma possível saída de Jémerson. Já no ataque, Rafael Moura está muito próximo de acerto com o clube de Belo Horizonte.

O Atlético Mineiro tem um dos elencos mais fortes da Libertadores e o fato de ter conseguido manter seus principais jogadores faz com que o time seja um dos favoritos à levar a competição. O Galo é muito forte jogando em seu estádio e não deve ter problemas pra chegar às fases finais. O grupo dos mineiros ainda conta com o campeão chileno Colo Colo, Melgar do Peru e o ganhador de Independiente del Valle e Guarani.

Grêmio – Grupo da Morte

O Grêmio não terá vida fácil na primeira fase da Libertadores. O grupo que se encontra possui 3 campeões da taça: Grêmio San Lorenzo da Argentina e LDU do Equador. Junta-se aos campeões a boa equipe do Toluca.

Luan comemora gol ao melhor estilo matador!

Luan comemora gol ao melhor estilo matador!

O tricolor gaúcho conseguiu a classificação para a Libertadores após terceiro lugar no Brasileirão. Comandados pela grata surpresa Roger, ex-jogador e ídolo do time, a equipe decolou na competição e só não brigou pelo título pelo começo irregular. A equipe conseguiu manter sua espinha dorsal para 2016, segurando nomes como Marcelo Grohe, Bressan, Giuliano, Maicon e, principalmente, do atacante Luan. O jovem artilheiro foi o destaque da equipe no Brasileirão, formando a dupla de ataque da seleção do campeonato ao lado de Ricardo Oliveira.

A equipe perdeu o zagueiro Erazo para o rival Atlético Mineiro e ainda pode sair Pedro Geromel. Para o setor, chega Kadu do Clube Atlético Paranaense. Outro que pode estar chegando é o atacante Nené, destaque do Vasco em 2015. O veterano atacante, com passagens por Espanha, França e Inglaterra, pode formar um ataque dos sonhos ao lado de Luan.

Estando num dos grupos mais difícil da primeira fase, o Grêmio aposta na manutenção de seus principais jogadores e, principalmente, na sua força jogando na Arena do Grêmio, para seguir adiante na Libertadores. Caso passe dessa indigesta fase de grupos, torna-se candidato à taça que não levanta desde 1995.

São Paulo – Turbulência fora das quatro linhas

Edgardo Bauza chega para dar cara nova ao São Paulo

Edgardo Bauza chega para dar cara nova ao São Paulo

O São Paulo teve um ano de 2015 extremamente complicado tanto dentro quanto fora de campo. Teve de tudo um pouco: Presidente e Vice de Futebol se agredindo (o que culminou com a renúncia do maior mandatário tricolor), diretoria quase que totalmente renovada com o campeonato em andamento, troca de farpas públicas entre jogadores e dirigentes, troca de 3 técnicos no comando da equipe e, principalmente, a aposentadoria de um dos maiores ídolos, senão o maior, da história tricolor: Rogério Ceni. O goleiro artilheiro esteve no São Paulo por 25 anos, disputando impressionantes 1227 partidas, tendo marcado 131 gols.

A equipe é a primeira brasileira a estrear na competição, já que participará da Pré Libertadores, enfrentando o Cesar Vallejo do Peru. O tricolor paulista não deverá ter maiores dificuldades e se encaminha para o grupo do atual campeão River Plate, além de The Strongest e Trujillanos. A principal contratação do São Paulo fica por conta do experiente treinador Edgardo Bauza. O argentino, campeão da competição continental em 2008 com a LDU e em 2014 com o San Lorenzo, é aposta da diretoria tricolor para um ano vencedor em 2016. Há de se frisar que o trabalho do técnico não será fácil após aposentadoria de Ceni e saídas de Luis Fabiano e Alexandre Pato.

O São Paulo corre por fora na briga pelo título e deve ter dificuldades já na fase de grupos. O Murumbi há muito deixou de ser um fator determinante nas partidas do tricolor e o elenco está enfraquecido após as saídas de alguns de seus principais jogadores. Resta a Paulo Henrique Ganso demonstrar que é aquele jogador que encantou no Santos e assumir o protagonismo do time da capital paulista.

Palmeiras – O novo rico do Brasil

O Mandatário Paulo Nobre: vidão nova ao Palmeiras!

O Mandatário Paulo Nobre: vidão nova ao Palmeiras!

O Palmeiras chegou à Libertadores 2016 por um caminho diferente de seus rivais brasileiros. Apesar da campanha ruim no campeonato nacional em 2015, onde acabou na nona colocação, o Verdão conquistou o título da Copa do Brasil e conseguiu seu lugar ao sol. Com a chegada do presidente Paulo Nobre foi um alívio a seus torcedores, pois dinheiro não parece ser problema para o mandatário. Em 2015 o clube fez esteve no mercado com força e contratações como Egídio, Arouca, Cleiton Xavier, Dudu e Lucas Barrios demonstram isso. Era esperado que o clube brigasse pelo título nacional, porém faltou regularidade ao time, o que culminou com a classificação no meio da tabela atrás de times com investimentos bem menores. O ano foi salvo pelo título da Copa do Brasil em emocionante disputa de pênaltis com a equipe do Santos.

O Palmeiras conseguiu manter seus principais jogadores e ainda se reforçou com bons nomes como o meio campista Régis, contratado junto ao Sport, Erik, atacante destaque do Goiás e o experiente zagueiro Edu Dracena, vindo do campeão Corinthians. A permanência do jovem atacante Gabriel Jesus, que desperta interesse de grandes clubes europeus, também é algo a ser comemorado pela torcida alviverde.

A tarefa do Palmeiras não será fácil, já que caiu num dos grupos mais difíceis da Libertadores. O verdão terá como adversários o Nacional do Uruguai, Rosário Central da Argentina e o vencedor entre Universidad de Chile e River Plate do Uruguai. O Palmeiras não aparece como um dos favoritos ao título, porém pode surpreender se conseguir se manter mais regular que na temporada passada.

Boas Apostas!