O meia atacante da Roma Francesco Totti, completou nesta terça-feira (27) quarenta anos de idade. Totti chega aos quarenta ainda jogando e jogando bem, o jogador que declarou amor e fidelidade à Roma, ainda veste a camisa do clube da cidade em que nasceu. O italiano de 1,80 m de altura e ambidestro continua fazendo gols e ajudando seu time na disputa da elite do futebol italiano, a Serie A TIM.

Totti atualmente com 40 anos.

Totti atualmente com 40 anos.

Totti além de completar seus quarenta anos ainda jogando pelo time de coração, chegou ao seu 250º gol em sua carreira profissional de jogador de futebol, o gol ocorreu em jogo contra o Torino, partida válida pela sexta rodada da Serie A TIM. Atualmente a Roma está no G4 da competição com três vitórias, um empate e duas derrotas. Totti chega aos quarenta anos de idade, seguindo o exemplo de grandes lendas italianas que não deixaram de jogar nesta idade. Jogadores como Maldini, Dino Zoff, Alessandro Costacurta e Gianluigi Buffon são uns dos exemplos. Com certeza, Totti é mais uma destas referências de jogadores que provam que um jogador, sabendo se cuidar e levando uma vida saudável, pode sim continuar atuando até os quarenta anos, jogando em alto nível.

Uma carreira na Roma

Imagem comemorativa dos 250 gols de Totti pela Serie A TIM.

Imagem comemorativa dos 250 gols de Totti pela Serie A TIM.

Aos quarenta anos de idade, Francesco Totti demonstra a fidelidade ao seu clube AS Roma. São vinte e cinco anos afrente deste único clube como jogador profissional, sem contar com os cinco anos na formação do clube, totalizando trinta anos de fidelidade. Totti estreou na equipe principal aos 16 anos de idade,  fez seu primeiro gol pela Roma profissional aos 17 anos, aos 22 anos recebeu a camisa 10 e a faixa de capitão, herdada do brasileiro Aldair. Em 2004 marcou seu 107º gol na Serie A TIM, tornando-se o maior artilheiro da Roma na competição. Em 2006, o jogador quebrou o tornozelo e ficou quase quatro meses fora de jogo. Porém em 2007 o jogador ganhou a chuteira de ouro, por ter marcado 32 gols no Campeonato Italiano de 2006/07, de quebra conquistou a Taça da Copa da Itália. Em 2013, ao marcar seu 226º gol no Campeonato Italiano, se tornou o segundo maior marcador de gols da Serie A TIM. Ao longo de sua trajetória, Totti recebeu sondagens de outros grandes clubes como o Milan no início de carreira e até mesmo o Real Madrid já em seu auge, porém nunca deixou a Roma. Talvez se Totti tivesse ido para outro clube mais importante, ele teria conquistado mais títulos, porém seria só mais um, já na Roma ele se tornou um Mito. No decorrer destes vinte e cinco anos, Totti conquistou o Campeonato Italiano (2000/01), duas Copa Itália (2006/07 e 2007/08) e duas Super Copa da Itália (2001/02 e 2007/08). Com seus 250 gols marcados na Serie A TIM, Totti é o segundo maior marcador de gols da competição, somente atrás de Silvio Piola que tem 274 gols marcados. Dos 250 gols marcados, 71 foram de pênalti, 21 de falta e apenas 10 de cabeça, que não é a especialidade do atacante. Destes, 122 foram no primeiro tempo e 127 na etapa final de cada partida. Ao total, em todas as competições que disputou, foram 306 gols marcados. Mesmo aos 40 anos de idade, Totti que já perdeu a titularidade da equipe a algum tempo, continua entrando no time ao decorrer do segundo tempo e fazendo gols. Um grande exemplo disso foi a partida entre Roma e Torino, jogo válido pela 34ª rodada do Campeonato Italiano 2015/16, quando a Roma estava perdendo por 1×2, Totti entrou aos 86’ e já no primeiro minuto em campo fez um gol empatando o jogo e aos 89’ de pênalti, deu a vitória para a Roma.

Sua história com a Azzurra

Itália Campeã Mundial de 2006. (Totti primeiro da direita em pé).

Itália Campeã Mundial de 2006. (Totti primeiro da direita em pé).

O meia atacante Francesco Totti teve sua primeira convocação para a seleção italiana em 1998, na lista do técnico Dino Zoff para um jogo contra a Suíça nas Eliminatórias da Euro. O meia atacante chegou a Euro 2000 como reserva, porem o técnico Dino Zoff acabou sendo convencido a começar a relacioná-lo  como titular após Totti ter feito dois gols e uma assistência na campanha vice-campeã diante da França. Totti teria alguns papéis negativos nas competições seguintes da seleção italiana, na Copa do Mundo de 2002, Totti acabou sendo expulso nas oitavas de final em jogo contra a Coréia do Sul, por simular um pênalti. A seleção da Itália acabaria desclassificada por 2×1 na prorrogação. Na Eurocopa de 2004, Totti foi suspenso por três partidas por cuspir no rosto de um jogador  dinamarquês na estreia da Euro, a Itália acabaria eliminada na primeira fase. Na Copa do Mundo de 2006, Totti vinha de recente fratura do tornozelo, porém atuou com a camisa da seleção italiana e ajudou a Azzurra a conquistar o tetracampeonato com um gol e quatro assistências. Totti terminou assim sua história com a camisa da seleção italiana.

Boas Apostas!