“Pase lo que pase”, o Vicente Calderón se despede das provas europeias na noite desta quarta-feira. O Atlético de Madrid realizará seu ultimo jogo em contexto continental no histórico palco da capital espanhola.

Foto: "EFE"

Foto: “EFE”

O resultado da partida de ida, disputada no Santiago Bernabéu, praticamente sentencia a eliminatória. O Real Madrid se superiorizou por três bolas a zero com o português Cristiano Ronaldo em grande destaque. Nos 90 minutos do primeiro desafio, os “Colchoneros desiludiram e o surgimento de Kevin Gameiro na cara de Keylor Navas foi a melhor chance que o Atléti teve para causar estragos juntos da baliza do rival história. Esta quarta-feira tem volta do Vicente Calderón. A margem do Real Madrid é ótima e custa a acreditar que poderá sequer ser ameaçada, mas se há time e torcida capaz de acreditar em uma remontada histórica, então estamos a falar do Atlético de Madrid.

Para a fervorosa torcida do Atléti, bairrista e muito apaixonada, o “derby” desta noite não será apenas mais um, mesmo que o resultado da primeira mão tenha sido uma desilusão. Afinal, este será o último duelo europeu do Atlético de Madrid no “seu” Vicente Calderón, palco que não viu o time levantar o máximo troféu do futebol europeu mas se curvou perante a conquista da Liga Europa. O registo do Atlético em jogos caseiros para a Liga dos Campeões é notável. Segundo as estatísticas fornecidas pela UEFA, em 142 partidas para as provas europeias (desde 1966), o Atlético venceu 104 jogos, empatou 24 e perdeu somente 14. A “hinchada” espera que frente ao Real Madrid seja conquistada a vitória nº 105, mesmo que o time falhe o acesso à final de Cardiff. É de uma questão de orgulho que estamos falando. De entre os 142 jogos citados, 51 foram para a Taça dos Campeões Europeus/Liga dos Campeões. Aí, o Atléti venceu 36, empatou 11 e perdeu apenas quatro.

O palco nos arredores de Manzanares vai deixar de receber as partidas do time que veste às listas vermelhas e brancas. A partir da próxima temporada, o emblema vai ter “nova casa”. O Metropolitano, também no nordeste de Madrid, vai passar a ser a casa do Atléti e isso vai implicar um aumento na lotação para 67 mil torcedores.

A partida de volta entre Atlético e Real Madrid está agendada para as 15h45 (horário de Brasília) desta quarta-feira. Para seguir para a final de Cardiff, o Atlét vai precisar de anular uma desvantagem de três a zero, algo que naturalmente nunca conseguiu alcançar em toda a história do torneio. Esta vai ser a terceira semifinal disputado pelo Atlético de Madrid nas últimas quatro temporadas. A cortina se fechará em definitivo na derradeira jornada do campeonato espanhol 2016/17, quando o Atlético pegar o time do Athletic Club Bilbao.

Boas Apostas!