O novo treinador da seleção inglesa, Sam Allardyce, anunciou no último domingo (28) os convocados que defenderão a Inglaterra em uma partida realizada no início de setembro pelas Eliminatórias da Copa do Mundo de 2018, que será realizada na Rússia.

Sam Allardyce fez sua primeira convocação como treinador da seleção inglesa.

Sam Allardyce fez sua primeira convocação como treinador da seleção inglesa.

Anunciado no fim de julho como novo treinador da seleção inglesa, ocupando o cargo que antes era de Roy Hodgson, o treinador Sam Allardyce fez sua primeira convocação como comandante da seleção, chamando os jogadores que disputarão a primeira rodada das Eliminatórias europeias da Copa do Mundo de 2018, partida que acontecerá no dia 04 de setembro contra a seleção da Eslováquia. Confira a lista de convocados da seleção da Inglaterra:

Goleiros: Fraser Forster (Southampton-ING), Joe Hart (Manchester City-ING), Tom Heaton (Burnley-ING).

Defensores: Gary Cahill (Chelsea-ING), Nathaniel Clyne (Liverpool-ING), Phil Jagielka (Everton-ING), Danny Rose (Tottenham-ING), Luke Shaw (Manchester United-ING), Chris Smalling (Manchester United-ING), John Stones (Manchester City-ING), Kyle Walker (Tottenham-ING);

Meio-campistas: Dele Alli (Tottenham-ING), Michail Antonio (West Ham-ING), Eric Dier (Tottenham-ING), Danny Drinkwater (Leicester City-ING), Jordan Henderson (Liverpool-ING), Adam Lallana (Liverpool-ING), Raheem Sterling (Manchester City-ING), Theo Walcott (Arsenal-ING);

Atacantes: Wayne Rooney (Manchester United-ING), Harry Kane (Tottenham-ING), Daniel Sturridge (Liverpool-ING), Jamie Vardy (Leicester City-ING);

Destaques da convocação

Michail Antonio é um dos destaques desta convocação.

Michail Antonio é um dos destaques desta convocação.

Mesmo mantendo praticamente a mesma base da seleção de Roy Hodgson, a convocação de Allardyce possui algumas surpresas. Uma delas é a presença de Michail Antonio, meio-campista do West Ham que marcou um gol na derrota da equipe por 3×1 na última rodada para o Manchester City. Aos 26 anos, Antonio esteve em vários times ingleses menores no inicio da sua carreira, até que chegou ao Nottingham Forest, onde tornou-se conhecido e foi vendido para o West Ham, sendo treinado justamente por Sam Allardyce durante uma época.

Além de Antonio, outro jogador de destaque na lista inglesa é o goleiro Joe Hart, que agora é reserva no Manchester City, mas que já havia sido garantido na seleção pelo novo treinador da seleção da Inglaterra. “Na questão de convocar Joe e sobre o goleiro que ele é, estará no nosso elenco, definitivamente”, afirmou Allardyce. Outros destaques são os quatro jogadores que estão de volta à seleção inglesa depois de se recuperarem de lesões, o lateral Luke Shaw, o zagueiro Phil Jagielka, o volante Danny Drinkwater e o meio-campista Theo Walcott.

Uma das principais estrelas do futebol inglês, o atacante Marcus Rashford, acabou não sendo convocado, já que havia sido chamado pela seleção inglesa sub-21 ainda no início da última semana. Por outro lado, foi chamada outra grande estrela do futebol da Inglaterra, o atacante Wayne Rooney que tinha sua permanência na seleção como dúvida. O capitão e camisa 10 da Inglaterra foi muito criticado pelo fraco rendimento na Eurocopa 2016 e agora terá a oportunidade de mostrar que ainda tem muito a contribuir para a seleção inglesa.

Aposentadoria de Milner

Meio-campista James Milner se aposentou da seleção inglesa.

Meio-campista James Milner se aposentou da seleção inglesa.

Nesta primeira convocação de Allardyce realizada no último domingo (28) foram notadas algumas ausências, como a do já citado Rashford, e de Ryan Bertrand, Jack Wilshere e principalmente o meio-campista James Milner, que anunciou ainda no início de agosto sua aposentadoria da seleção inglesa. O jogador de 30 anos que joga atualmente no Liverpool defendeu a Inglaterra nas duas últimas Copas do Mundo (2010 e 2014) e nas duas últimas Eurocopas (2012 e 2016), somando um total de 61 partidas disputadas pela seleção inglesa e nenhum título conquistado. Milner anunciou que não defende mais a camisa inglesa depois de conversar com Sam Allardyce no começo de agosto. “Quero agradecer o Sam (Allardyce) por ter tido tempo de vir me encontrar pessoalmente e conversa frente a frente sobre meu futuro como jogador da seleção”, afirmou o jogador em um comunicado divulgado pela FA (Federação Inglesa). “Acho que a decisão a que chegamos é de bom senso. Desejo a Sam, aos jogadores, à comissão técnica e aos torcedores muito sucesso no futuro”, encerrou Milner.

O próprio treinador da seleção inglesa se pronunciou sobre a aposentadoria do meio-campista, afirmando que Milner teve muito tempo para pensar sobre seu futuro e que agora o jogador tem uma família para cuidar. “James teve a oportunidade de refletir sobre sua carreira internacional nos últimos meses e considerar seus próximos passos, especialmente levando em conta que tem uma jovem família e que não teve muito tempo livre, atuando profissionalmente no futebol nos últimos 15 anos”.

Com a saída de alguns jogadores e do treinador e com a chegada de novos craques, a seleção inglesa espera voltar a ser uma grande seleção no futebol europeu e quem sabe finalmente encerrar o jejum de mais de cinquenta anos sem um título.

Boas Apostas!