A luta prossegue. Com dois pontos de desvantagem em relação ao líder Real Madrid e um jogo a mais, o Barcelona continua a acreditar que é possível levantar o título de campeão espanhol. Este domingo, na deslocação até ao sul da Espanha para enfrentar o Granada, o Barcelona goleou por quatro a um e Neymar alcançou uma marca histórica.

Clube dos 100

Foto: "AFP"

Foto: “AFP”

Pressionado pelo triunfo do Real Madrid horas antes, frente ao Alavés, o Barcelona viajou até ao estádio Los Cármenes, em Granada, sem espaço para errar. Sem Leo Messi, suspenso para esse desafio, o Barcelona até entrou a vencer com um gol do uruguaio Luis Suárez, mas Jérémie Boga (emprestado pelo Chelsea) empatou o desafio. Paco Alcácer, pouco utilizado na Catalunha, fez o segundo gol da partida e a vitória ficou sentenciada graças a um gol contra de Matthieu Saunier, a sete minutos do final da partida. A atravessar uma grande fase, Neymar Jr. coroou sua exibição com um gol já nos acréscimos que selou a goleada em quatro a um. O astro brasileiro fez o gol 100 com a camisa do Barcelona em partidas oficiais, após cruzamento de Paco Alcácer. Antes do desafio, Neymar levava 99 gols marcados em 176 jogos com o time “culé”, com a imprensa espanhola descortinando dados interessantes: 70 foram apontados de pé direito, 23 com o esquerdo e seis por cabeceamento. O gol foi o corolário de uma grande atuação de Neymar, obrigado assumir a batuta do time na ausência do Messi. Além do gol, Neymar foi muito importante em transição como de costume, criando espaço para Luis Suárez atacar, referência atacante uruguaio que fez o melhor gol do encontro.

Ochoa se destaca

Guillermo Ochoa, lembra dele? O goleiro mexicano que brilhou na Copa do Mundo 2014 foi o maior obstáculo do Barcelona para conquistar a vitória, concretizando intervenções de grande nível pelo time que ocupa a penúltima posição do campeonato espanhol. Na retina fica uma dupla investida na primeira parte – Suárez e Alcácer – que morreu nas luvas do goleiro mexicano. No time da casa, destaque também para a presença do brasileiro Andreas Pereira no onze inicial, jovem de 21 anos com passagens pelas bases de PSV Eindhoven e Manchester United que tem sido um dos mais inconformados na luta pela permanência entre a elite espanhola.

Rafinha machucado

Muito afetado por lesões nessa temporada, o brasileiro Rafinha Alcântara foi obrigado a deixar o desafio prematuramente. Chamado novamente à titularidade por Luis Enrique, abandonou a partida logo aos 15 do primeiro tempo, cedendo o lugar a Paco Alcácer. Foi o sétimo desafio consecutivo em que Rafinha assumiu a titularidade, jogador que não falhava uma partida de início desde a rodada 23, quando o Barça se superiorizou ao Leganés por dois a um. Rafinha leva sete gols marcados na atual temporada.

Boas Apostas!