O Palmeiras, atual campeão do Campeonato Brasileiro, anunciou na última sexta-feira (31) o seu quinto reforço para a temporada 2017, quando disputará a Copa Libertadores, o meio-campista Michel Bastos, que recentemente rescindiu seu contrato com o São Paulo.

Meio-campista Michel Bastos, novo reforço do Palmeiras.

Meio-campista Michel Bastos, novo reforço do Palmeiras.

O anúncio oficial foi dado através do site oficial palmeirense, onde o clube confirmou que o jogador permanecerá na equipe por duas temporadas, com seu contrato contendo ainda uma opção por mais uma temporada. “O Palmeiras acertou neste sábado (31) a contratação do meia Michel Bastos. Aos 33 anos, o atleta estava no São Paulo e firmou vínculo com o Verdão por duas temporadas – com opção de renovação por mais um ano”. Depois de dois anos no São Paulo, onde viveu momentos de ídolo e de carrasco, recebendo neste último ano muitas críticas por parte da torcida são-paulina, Michel Bastos vai para o outro lado do muro (o centro de treinamento do Palmeiras fica na mesma rua que o do São Paulo, na Barra Funda), onde espera voltar a jogar, tendo a oportunidade de voltar a jogar a Copa Libertadores.

Chegando ao Palmeiras, o jogador terá forte concorrência em todas as posições que pode ser aproveitado, podendo atuar como lateral-esquerdo, meio-campista e ponta esquerda. Na lateral, o novo reforço disputará vaga com o titular absoluto Zé Roberto, que renovou seu contrato com o Palmeiras por mais um ano. Já no meio de campo, Michel Bastos disputará espaço com os novos contratados, Alejandro Guerra, ex-Atlético Nacional, Raphael Veiga, do Coritiba e Hyoran, que estava na Chapecoense. Além da contratação do atacante Keno, que assim como Michel, atua aberto pela esquerda no setor de ataque.

Passagem conturbada pelo São Paulo

Michel Bastos não gostou de ser substituído diante do Fluminense

Michel Bastos não gostou de ser substituído diante do Fluminense

Depois de passar por diversos clubes, de diversas nacionalidades, como Atlético Paranaense, Lille (França), Schalke 04 (Alemanha) e Roma (Itália), o meio-campista Michel Bastos, que já tinha se tornado um jogador conhecido no futebol europeu, voltou ao futebol brasileiro para defender o São Paulo, sendo anunciando oficialmente em agosto de 2014 como reforço da equipe paulista. Já no seu primeiro ano no clube da capital de São Paulo, o jogador marcou quatro gols em vinte e seis partidas, conseguindo o seu espaço na equipe titular e ajudando o São Paulo a terminar o Campeonato Brasileiro na segunda colocação, dez pontos atrás do campeão Cruzeiro. No ano seguinte, melhorou seus números pelo São Paulo, ganhando o carisma da torcida são-paulina e logo no início do ano sendo eleito o melhor jogador do São Paulo no Campeonato Paulista de 2015. Durante a temporada, Michel Bastos marcou treze gols, ajudando o clube a chegar nas oitavas de final  da Copa Libertadores, além das semifinais da Copa do Brasil e o quarto lugar no Campeonato Brasileiro.

Porém, chegando em 2016, o jogador não conseguiu os mesmos resultados, marcando poucos gols e jogando mal. Durante o ano, Michel Bastos lidou com duras críticas da torcida são-paulina, além de estar presente na invasão dos torcedores ao CT do São Paulo no início de novembro, quando alguns torcedores entraram no centro de treinamento do clube para cobrar resultados melhores dos jogadores, sendo Michel um dos mais cobrados. Além disso, o relacionamento do jogador com a diretoria do clube também não estava bom, o que resultou em uma declaração do presidente Leco, que afirmou que o meio-campista seria uma moeda de troca para a temporada de 2017. E em 31 de dezembro, Michel Bastos rescindiu seu contrato com o São Paulo, sendo anunciado no mesmo dia como reforço do Palmeiras.

Participação em outros clubes

Michel Bastos jogando pelo Lyon.

Michel Bastos jogando pelo Lyon.

Antes de passar pelo São Paulo, Michel Bastos, como já foi dito, defendeu vários outro clubes, sendo revelado pelo Pelotas, do Rio Grande do Sul, em 2001. Logo em 2002, o meio-campista foi vendido para o Feyenoord, da Holanda, porém, acabou sendo emprestado no mesmo ano para outra equipe holandesa, o Excelsior. Em sua passagem pelo futebol holandês, Michel Bastos disputou cerca de 28 partidas, saindo sem marcar nenhum gol e sem títulos. Em 2003, acertou com o Atlético Paranaense, onde disputou apenas dez partidas, sendo emprestado em 2004 para o Grêmio. Na equipe gaúcha, o jogador disputou 19 partidas e marcou quatro gols, sendo novamente emprestado no ano seguinte, dessa vez para o Figueirense, onde em 35 partidas, marcou 10 gols.

Já em 2006, foi vendido pelo Atlético Paranaense para o Lille, do futebol francês, onde Michel ficou três anos e teve boas atuações, marcando 29 gols em 113 partidas. Ainda em 2009, foi contratado pelo Lyon, também da França, onde novamente conseguiu bons resultados, disputando 142 partidas, marcando 40 gols e conquistando a Copa da França de 2011/12 e a Supercopa da França de 2012. No ano seguinte, em 2013, foi emprestado para o Schalke 04, onde ficou por apenas 16 partidas, marcando 5 gols. Seus últimos dois clubes antes de voltar ao futebol brasileiro, sendo contratado em 2013 pelo Al Ain, dos Emirados Árabes Unidos, marcando seis gols pela equipe, e sendo emprestado ao Roma em 2014, onde marcou apenas um gol em 17 partidas.

Boas Apostas!