Fenomenal. Kylian Mbappé, campeão do mundo pela França, reclamou para si todas as atenções no confronto entre PSG e Lyon, na noite de domingo (7). “Póquer” em 13 minutos, dois recordes batidos e uma noite para recordar…

Foto: "AFP/Getty Images"

Foto: “AFP/Getty Images”

O PSG impôs mais uma goleada na Ligue 1, desta feita ao Lyon (5-0), dando continuidade ao seu percurso 100 por cento vitorioso no escalão máximo do futebol gaulês. Em noite de mão cheia, cinco estrelas para a exibição de Kylian Mbappé: o jovem internacional pela França apontou quatro gols em apenas 13 (!) minutos. A velha máxima diz que “os recordes existem para serem batidos” e Mbappé assim fez. Antes do “show” se iniciar, ao minuto 61, o PSG vencia o Lyon desde os 9 graças a um gol de Neymar na conversão de uma grande penalidade.

  • 61, 66, 69 e 73. 13 minutos, quatro gols para a conta pessoal de Kylian Mbappé que ajudaram a construir uma volumosa goleada por cinco a zero. Ao apontar os quatro gols nesse intervalo de tempo, Mbappé se converteu no jogador mais rápido da história do time parisino a fazer a rede adversária balançar por quatro vezes. De resto, o anterior recorde pertencia a Edinson Cavani, atacante uruguaio que também tinha assumido a titularidade nesse desafio mas saíra ao minuto 40 – em setembro de 2016, o “charrúa” tinha apontado quatro gols em 34 minutos.
  • A história do PSG é relativamente recente, pelo menos comparada há com a de outros “colossos” europeus. Para qualquer dos efeitos, Mbappé passou a ser o jogador mais jovem da história do emblema a apontar quatro gols em um desafio. Aos 19 anos e dez meses, o gaulês se superiorizou ao registo de um brasileiro: Christian, jogador que em janeiro de 2000, com 25 anos, tinha feito quatro golos.
  • Relembrando que o PSG só foi fundado em 1970, se note que o maior artilheiro da história do clube permanece em ação: Edinson Cavani, autor de 176 tentos. Nesse momento, Mbappé leva 31 golos apontados em 51 desafios.
  • Mbappé partilha a liderança da tabela de artilheiros da Ligue 1 2018/19 com o companheiro de equipa Neymar. Cada um leva oito golos apontados, o que perfaz um total de 16, nada mais nada menos que precisamente metade dos 32 gols que o time produziu até à data.

Após a pausa para compromissos de seleções que retirará vários internacionais dos trabalhos do time mandado por Thomas Tuchel, o PSG retornará à ação no dia 20 para enfrentar o Amiens. De seguida, medirá forças com o Nápoles na terceira rodada da fase de grupos da Liga dos Campeões.

Boas apostas!