O início do mês de setembro fica marcado pela disputa das eliminatórias tendo em vista a Copa do Mundo 2018, na Rússia. Esta sexta-feira (25) foi a vez de Julen Lopetegui dar a conhecer a lista de eleitos da seleção espanhola para os dois compromissos que se avizinham. David Villa é a grande novidade na lista de “La Roja”, jogador que não representava o seu país precisamente desde a Copa do Mundo disputado no Brasil, há três anos.

Foto: "Tim Clayton/Corbis via Getty Images"

Foto: “Tim Clayton/Corbis via Getty Images”

Aos 35 anos, o atacante espanhol David Villa torna a ser um dos escolhidos para representar a seleção espanhola. O jogador natural de Tuilla, nas Asturias, é um dos 26 chamados por Julen Lopetegui para as duas partidas que se avizinham relativas às eliminatórias de apuramento para a Copa do Mundo 2018. O primeiro compromisso será disputado diante da Itália, em casa, no dia 2 de setembro. O segundo está agendado para o dia 5 do mesmo mês no Liechtenstein. Vale lembrar que a Espanha lidera o grupo G de classificação com os mesmos 16 pontos que a congénere italiana. “La Roja” segue invicta nesta fase com cinco vitórias em cinco jogos, sendo que o único empatado se verificou na deslocação a Itália (1-1). A equipa treinada por Lopetegui tem o melhor ataque (21 gols marcados) e a melhor defesa (três gols sofridos) do seu agrupamento.

David Villa representou “La Roja” em seis fases finais de grandes torneios: Copa do Mundo 2006 (Alemanha), Euro 2008 (Suíça/Áustria), Copa das Confederações 2009 (África do Sul), Copa do Mundo 2010 (África do Sul), Copa das Confederações 2013 (Brasil) e Copa do Mundo 2014 (Brasil). Desde 2014 que Villa não veste a camisa de “La Roja”, tendo falhado o Euro 2016, mas Lopetegui demonstra agora que continua a haver espaço para o “veterano” atacante que desde 2015 representa os norte-americanos do New York City FC, filial do Manchester City. Em 2017, David Villa já fez 19 gols em 24 partidas com a camisa do time novaiorquino, legitimando a chamada de Lopetegui. No último fim-de-semana, fez um dos dois gols do New York City na vitória sobre o New England Revolution, em jogo da Major League Soccer 2017.

A chamada de David Villa está diretamente associada à ausência de Diego Costa, atacante que está em rota de colisão com o técnico italiano Antonio Conte e não tem treinado com o elenco do Chelsea. Na frente de ataque, o jogador que já se sagrou campeão do mundo e da Europa pela Espanha contará com a companhia de Asensio, Aspas, Deulofeu, Vitolo, Morata e Pedro. Kepa e Saúl Ñiguez, vice-campeões da Europa e sub-21, são outras das novidades na lista da seleção principal.

Convocados:

Guarda-redes: De Gea, Reina, Kepa
Defesas: Alba, Azpilicueta, Bartra, Carvajal, Nacho, Monreal, Piqué, Ramos.
Médios: Isco, Thiago, Busquets, Suso, Silva, Iniesta, Saúl, Koke
Avançados: Asensio, Aspas, Deulofeu, Vitolo, Morata, Pedro, Villa

Boas Apostas!