O rigor do inverno em solo russo implica a já habitual paragem no campeonato local. Esta segunda-feira (11) se disputaram as últimas partidas do principal escalão daquele país antes da interrupção, sendo que o regresso está agendado para o mês de março. O Lokomotiv de Moscovo reforçou a liderança ao vencer seu compromisso, beneficiando do empate do Zenit de São Petersburgo.

Foto via "AS"

Foto via “AS”

Detentor de apenas dois títulos de campeão da Rússia conquistados em 2002 e 2004, esse poderá ser o ano do Lokomotiv de Moscovo, emblema da capital que está a rubricar uma temporada como há muito não se via. O time fundado por trabalhadores ferroviários é líder da competição após 20 rodadas com 45 pontos, mais oito que o Zenit de São Petersburgo e o campeão em título Spartak de Moscovo. Há muito que não se via semelhante fulgor a um dos times menos populares de uma capital que, mencionando apenas os históricos, conta com Spartak, CSKA, Dínamo e Torpedo.

Nessa segunda-feira em que se disputaram os últimos desafios pré-interrupção, Zenit e Lokomotiv entraram em cena à mesma. Na Akhmar-Arena, em Grozny, o Zenit de São Petersburgo treinado por Roberto Mancini não saiu do nulo no confronto com o time local que contou com a presença dos brasileiros Phillipe Sampaio, Ismael Lima e Léo Jabá no onze inicial – Ravanelli Santos não saiu do banco de reservas. Os homens da bela cidade de São Petersburgo não vencem fora de portas há cinco jogos para o campeonato russo.

Já o Lokomotiv, após ter vencido na deslocação à República Checa para enfrentar o Zlín (0-2) na quinta-feira, alcançou a sua sexta vitória conscutiva em jogos oficiais. Na ida até ao Kirovets Stadium, em Tikhvin, o time comandado por Yuriy Semin passou pelo Tosno local com uma vitória por três a zero. Anderson Carvalho, pertencente ao elenco local, não saiu do banco. O Lokomotiv venceu com gols de Jefferson Farfán (2) e Éder, herói da final do Euro 2016 que decidiu a partida a favor da seleção portuguesa já na prorrogação.

Em jornada de “derby” moscovita, disputado no domingo (10), o campeão em título Spartak de Moscovo deu um sinal de força ao se impor a jogar em casa ao grande rival, o CSKA de Moscovo, atual quarto colocado da tabela. De resto, ambos os times tiveram a mesma sorte na semana passada ao terminarem em terceiro das respetivas chaves na Liga dos Campeões, posto que deu acesso aos “16 avos” da Liga Europa 2017/18.

A ação no campeonato russo será retomada no dia 4 de março. O líder Lokomotiv de Moscovo terá um duelo à altura nessa ocasião, uma vez que receberá o rival e campeão em título Spartak de Moscovo.

Boas Apostas!