7 de maio de 2019. A torcida do Liverpool não mais esquecerá a data. Anfield viveu uma das noites de maior glória da sua história com a goleada aplicada pelo Liverpool ao Barcelona de Leo Messi por quatro a zero, resultado que permitiu anular o placard verificado na ida, disputada em Camp Nou. Os “Reds” já tinham um lugar de destaque na lista de maiores viradas da história da competição e voltaram a conquistar uma recuperação épica.

Foto: "Liverpool FC"

Foto: “Liverpool FC”

Ponto prévio: ao golear o Barcelona por quatro a zero, o Liverpool se tornou na primeira equipa de toda a história do futebol a conseguir anular uma desvantagem de três a zero em uma semi da Liga dos Campeões. Os “Reds” resistiram a tudo na noite de Anfield e conseguiram bater ter Stegen em quatro ocasiões, para gáudio de Steven Gerrard e companhia, com o “eterno capitão” dos ingleses a assistir a partida da arquibancada, esperançoso que o time alcançasse um feito idêntico ao de Istambul, ainda que deste vez tenha sido em regime de ida e volta.

Liverpool (2004/05)* 

É com certeza uma das finais da Liga dos Campeões mais eletrizantes de toda a história do futebol. Na época 2004/05, Liverpool e AC Milan mediram forças em Istambul. O encontro começou muito mal para os “Reds” que saíram para o intervalo a perder por três a zero, gols de Maldini e Crespo (2). No segundo tempo, tudo mudou. Gerrard, Smicer e Xabi Alonso igualaram a contenda, levaram a decisão para os pênaltis e aí foi o Liverpool quem levou a melhor por três a dois.

Outra decisão da Liga dos Campeões que fica nos compêndios foi disputada pelo Manchester United, rival do Liverpool. Em 1998/99, os “Red Devils” bateram o Bayern de Munique no Camp Nou com dois gols marcados para lá da hora, isso depois de os alemães terem estado em vantagem durante toda a partida.

Barcelona (2016/17)

Hoje vítima, há duas épocas atrás, o Barcelona foi protagonista naquela que é, até hoje, a maior “remontada” da história da Liga dos Campeões. Após derrota por quatro a zero no Parc des Princes frente ao PSG, poucos acreditavam que o Barcelona poderia seguir na Liga dos Campeões. Na volta, em Camp Nou, os catalães provaram ser capazes de alcançar aquilo que se dizia impossível. Uma vitória por seis (!) a um permitiu ao Barcelona avançar, isso em um jogo que ainda está bem presente na memória do torcedor…

Roma (2017/18)

… e se essa tremenda “virada” ante os parisienses permanece no imaginário recente, que dizer da “virada” orquestrada pela Roma, uma vez mais com o Barcelona como protagonista?! Há uma época atrás, após vitória por quatro a um em Camp Nou, o Barcelona foi perder à capital italiana por três a zero, caindo nessa fase da competição.

 Deportivo (2003/04)

Longe vão os tempos em que o Depor colocava em sentido qualquer grande nome da Europa. No entanto, o time do Riazor continua a ter um lugar reservado entre as maiores “viradas” de sempre, lugar esse que dificilmente algum dia irá perder. Na temporada 2003/04, após derrota em San Siro por quatro a um na ida das quartas da Liga dos Campeões, o Depor venceu o AC Milan em Espanha por quatro a zero e se assegurou nas semis da Liga dos Campeões. Era o Depor de Verón, Pandiani e muitos outros, esses dois autores dos gols no jogo disputado na Espanha.

*a um só jogo