Os oito times que seguem na luta pela conquista do segundo troféu mais importante no panorama europeu já conhecem seus adversários. Esta manhã, a chave das quartas da Liga Europa foi revelada. O Manchester United de José Mourinho, emblema de maior destaque que segue em prova, vai enfrentar o Anderlecht. A ida está marcada para 13 de abril, com a volta a se disputar uma semana depois, a 20.

Foto: "Reuters"

Foto: “Reuters”

Pouco habituado às andanças de Liga Europa por ser presença assídua na Liga dos Campeões, o Manchester United de José Mourinho tem encarado de forma positiva a participação no troféu, contrariamente a negligência acusada por emblemas ingleses que habitualmente disputam o troféu. Após ter deixado para trás os franceses do Saint-Étienne e os russos do FK Rostov, chegou a hora de medir forças com o Anderlecht, histórico belga que está a realizar uma boa época no seu país e quer aproveitar a oportunidade de se evidenciar frente aos “Red Devils”. Após a vitória por uma a zero sobre o FK Rostov que fechou a eliminatória entre ingleses e russos, o técnico José Mourinho não perdeu a oportunidade de criticar a Federação inglesa por conta do calendário apertado. De agora em diante, a participação do Manchester United na Liga Europa também dependerá muito da gestão do time feita pelo português, que deverá priorizar a luta interna pelo regresso á Liga dos Campeões. O Anderlecht, emblema de Bruxelas, deixou o Zenit de São Peterbsburgo e o APOEL Nicosia pelo caminho.

Lyon e Besiktas se defrontam em uma eliminatória atrativa, ou não estivéssemos a falar de dois times que começaram a época na Liga dos Campeões. Depois de eliminar a favorita AS Roma, o time gaulês terá outro adversário duro pela frente. O Besiktas eliminou o Olympiakos com uma goleada por quatro a um na partida de volta, em Istambul, marcando dois gols quando se encontrava reduzido a dez. Os gauleses possuem ligeiro favoritismo por possuírem uma estrutura mais organizada e coesa, mas os turcos também têm bons argumentos e o facto de a partida de volta se disputar na Turquia joga a seu favor. Podemos esperar dois duelos abertos, entre dois times marcadamente ofensivos.

O Ajax de Amesterdão, um dos grandes da Europa, volta a se envolver nas decisões das competições do “Velho Continente” e vai ter pela frente o Schalke 04. O time de Gelsenkirchen que olha para a participação europeia como a salvação da temporada eliminou o compatriota Borussia Monchengldabch, embora não se tenha superiorizado em nenhum dos dois jogos – valeu a regra dos golos marcados fora de portas. Após eliminar um Copenhaga “de Champions”, o jovem e entusiasmante Ajax treinado por Peter Bosz vai ter mais uma adversário à altura, detentor de um percurso quase imaculado nessa Liga Europa, uma vez que venceu o grupo por larga margem e não perdeu qualquer dos quatro jogos da fase a eliminar, onde defrontou PAOK e Borussia Monchengladbach.

Depois de duas viagens ao Leste europeu para defrontar Shakhtar Donestk e Celta de Vigo, o Celta de Vigo de Eduardo Berizzo viaja até à Bélgica, centro nevrálgico da Europa, para enfrentar o Genk. O time que bateu o campeão romeno Astra Giurgiu na ronda dos 16 e na última eliminatória se superiorizou ao compatriota Gent tem capacidade para criar dificuldades aos espanhóis, isso atendendo ao que fez nas últimas eliminatórias. Uma vez mais, os galegos vão jogar a decisão (partida de volta) fora do Balaídos, terreno em que até perderam o primeiro duelo com os ucranianos do Shakhtar.

Boas Apostas!