No início de outubro, o lateral-direito Léo Moura, que atualmente defende o Santa Cruz, acionou a justiça para receber cerca de R$ 10 milhões que não foram pagos pelo Flamengo, seu ex-clube. Segundo o advogado do jogador, Leonardo Laporta Costa, o lateral-direito move uma ação trabalhista contra o clube carioca, seguindo o mesmo caminho que outros dois ídolos da torcida rubro-negra: Petkovic e Adriano, ambos campeões do Campeonato Brasileiro em 2009 com Léo Moura.

Léo Moura está processando o Flamengo.

Léo Moura está processando o Flamengo.

No processo, que segue em segredo de justiça, o jogador cobra o pagamento de horas extras, adicional noturno e direito de arena (os direitos de imagem na televisão) que deveriam ter sido pagos no período de 2011 e 2015.

O advogado Laporta explicou que em 2011 ocorreu uma mudança na Lei Pelé (nº 9.615/1998) quanto ao repasse do direito de arena (direito de televisão) aos jogadores. Os atletas, que antes recebiam 20%, passaram a receber 5%, valor que é pago pela detentora da transmissão ao Sindicato dos Atletas, o qual repassa aos jogadores de acordo com o número de vezes que cada um entrou em campo. Correspondendo a isso, os clubes deveriam incluir nos seus contratos um adicional de concentração por horas trabalhadas dentro do regime de concentração, um acréscimo de 44 horas semanais. Além disso, com a lei de alteração (nº 12.395/2011) estabelece que o período que o jogador ficou concentrado não deverá ser maior que três dias, o que não impede a obrigação de pagamento dos adicionais.

Passagem do jogador pelo Flamengo

Léo Moura, oito títulos e mais de 500 jogos pelo Flamengo.

Léo Moura, oito títulos e mais de 500 jogos pelo Flamengo.

Atualmente com 37 anos, o jogador teve uma carreira de grandes conquistas principalmente quando atuou pelo Flamengo. O jogador iniciou sua jornada no futebol nas categorias de base do Linhares Esporte Clube no Espirito Santo e depois terminou a formação de base no Botafogo do Rio de Janeiro, após ter sido rejeitado em testes na base do Flamengo. O jogador de 1,76 m de altura e ambidestro (joga com os dois pés), passou por diversos clubes até chegar ao Flamengo em 2005, no decorrer de sua carreira, atuou como meia, porém se firmou mesmo como lateral-direito. No começo, a torcida flamenguista ficou um pouco receosa, pois o jogador vinha de vários clubes diferentes, mas em nenhum deles permaneceu por mais de uma temporada, além disso, o jogador já tinha passagens pelos rivais do Flamengo, como Botafogo, Fluminense e Vasco da Gama. Porém essa desconfiança logo se tornou admiração, Léo Moura permaneceu como titular na lateral e foi muito importante para a sequência de títulos que ajudaria o Flamengo a conquistar na sequência dos anos.

Léo Moura, atualmente no Santa Cruz FC.

Léo Moura, atualmente no Santa Cruz FC.

Pelo Flamengo, Léo Moura conquistaria seu primeiro título na carreira, a Copa do Brasil de 2006. Na sequência dos anos, o lateral seria uma peça fundamental na conquista do tricampeonato estadual (2007/2008/2009). Durante esta época, participou de duas Libertadores, onde o Flamengo foi eliminado nas oitavas de final. Em 2009 veio a redenção, após uma boa campanha, foi campeão brasileiro. Em 2013 foi campeão da Copa do Brasil em uma final contra o Atlético Paranaense. Além destes títulos, Léo Moura também conquistou o Campeonato Carioca de 2011 e 2014, além de outros títulos e conquistas, ao todo conquistou oito títulos pelo Flamengo em mais de 500 jogos.  Atualmente Léo Moura joga pelo Santa Cruz, onde foi campeão da Copa do Nordeste 2016 e Campeão Pernambucano de 2016. A equipe vem passando por um momento delicado, estando na vice-lanterna da competição, corre grande risco de ser rebaixado para a Série B do brasileirão. Na 29ª rodada Léo Moura enfrentará o Flamengo, reencontrando seu ex-time, o jogador deverá ser aplaudido por grande parte da torcida flamenguista.

Boas Apostas!