O ciclo de Roger Schmidt no comando técnico do Bayer Leverkusen chegou ao fim. A goleada sofrida pelos farmacêuticos no Westfalenstadion precipitou a saída do técnico, demitido antes de o time alemão definir seu futuro na Liga dos Campeões. Tayfun Korkut é o eleito para guiar a equipa até final da temporada.

De “técnico da moda” a demitido

SchmidtRoger Schmidt chegou a Leverkusen em 2014 proveniente do Red Bull Salzburg. Bem cotado pelas conquistados ao serviço do conjunto austríaco, Roger Schmidt rapidamente colocou o Bayer à sua imagem, criando uma identidade tão forte que o converteu em um dos treinadores da moda na realidade europeia. Com um elenco recheado de talento sobretudo do meio-campo para a frente, Roger Schmidt soube potenciar toda qualidade do ponto de vista coletivo, implantando dinâmicas interessantes baseadas numa ideia de jogo vertical, se destacando pela pressão alta e pela agressividade sem bola. Logo na primeira temporada, os “farmacêuticos” conseguiram uma boa campanha na Liga dos Campeões, ultrapassando a fase de grupos e caindo apenas nas oitavas para o Atlético de Madrid na decisão através da marcação de pênaltis. Esta temporada, o Bayern voltou a disputar a Liga dos Campeões, ficou novamente atrás do AS Monaco na chave (tal como em 2014/15), e pegou outra vez o Atlético de Madrid nas oitavas. O desfecho da partida de ida frente aos “Colchoneros”, disputada na Alemanha, foi mais um duro golpe na carreira de Schmidt como técnico do Bayer, visto que o time germânico perdeu em casa com o Leverkusen por quatro a dois e hipotecou sua continuidade na prova dos milhões.

Apesar da amargura europeia na fase a eliminar, o mau desempenho na Bundesliga foi o principal motivo para o afastamento de Schmidt. Na 10ª posição da tabela, a Liga dos Campeões da próxima temporada é praticamente uma miragem para os homens de Leverkusen atendendo à desvantagem pontual. A goleada de seis a dois sofrida no Westfalenstadion foi a “gota d’água” que proporcionou a rotura entre o clube e o treinador. Com a saída de Schmidt, encerra-se um ciclo no emblema alemão, esgotado desde há algum tempo por sinal.

Tayfun Korkut é o eleito

Foto: "Bayer/Divulgação"

Foto: “Bayer/Divulgação”

Ao anunciar a saída de Roger Schmidt, o diretor-administrativo Michael Schade comprometeu-se a encontrar uma solução a “breve prazo”. Esta segunda-feira, apenas um dia após demitir o anterior treinador, a diretoria do Bayer Leverkusen anunciou a contratação de Tayfun Korkut, realizando uma aposta idêntica à que já tinha feito quando contratou o anterior técnico. Se Schmidt tinha apenas duas temporadas de alto nível com o Red Bull Salzburg após ter orientado Delbrucker, Preussen Munster ou Paderborn, Tayfun Korkut tem também um percurso modesto, mas a diretoria do clube acredita mais nas ideias que num curriculum recheado de sucessos. Aos 42 anos, o antigo internacional turco orientou apenas Kaiserslautern e Hannover e fará sua estreia na sexta feira, contra o Werder Bremen, na BayArena. Na próxima semana, o Bayer viaja até ao Vicente Calderón para a partida de volta da Liga dos Campeões, após comprometer seriamente suas aspirações com uma derrota em casa por quatro a dois.

Boas Apostas!