A rodada 24 da Série A 2017/18 começou com a realização de um grande “clássico” em Florença entre Fiorentina e Juventus. A “Vecchia Signora” levou a melhor por dois a zero e colocou pressão no atual líder da prova, o Nápoles, time que entra em campo nesse sábado frente à Lazio.

Foto: "Reuters"

Foto: “Reuters”

E vão 11 vitórias consecutivas para a hexacampeã Juventus, formação que sofreu apenas um gol nos últimos 16 encontros que disputou. Na ida até ao Artemio Francchi, a equipe orientada por Massimiliano Allegri não “escorregou” apesar de todas as dificuldades pelas quais passou, somando mais três pontos a uma caminhada que, espera a torcida “bianconera”, culmine com a conquista de um inédito heptacampeonato.

Se na última rodada a Juve tinha brindado seu adeptos com um recital de futebol e consequente goleada “à antiga” frente ao Sassuolo (7-0), nessa ocasião, apesar do resultado positivo, não houve tanto brilho quanto isso no time de Turim. Em termos globais, é justo dizer que a Fiorentina até fez um jogo melhor, demonstrando que, caso fosse tão dinâmica e forte em termos estratégicos, conseguiria estar a fazer um campeonato bem mais regular. Se adivinhavam dificuldades para a Juventus e a Fiorentina as colocou, mas sua produção foi caindo com o avançar do tempo e a Juve soube ser letal na hora de atirar para o gol.

O primeiro grande “balde de água fria” caiu em Florença aos 11 do segundo tempo, não só pelo gol em si que deu vantagem à Juve, mas também derivado do seu autor: Fede Bernardeschi, internacional italiano que no início dessa temporada abandonou o conjunto “Viola” para assinar pela Juventus, um “traidor” aos olhos dos adeptos do time loca. Exímio batedor de livres, foi em uma bola parada que Bernardeschi deu vantagem à Juve no Artemio Franchi.

A noite não ficaria concluída sem um gol do inevitável Gonzalo Higuaín, sagaz a explorar em profundidade para fazer o dois a zero final, fazendo o “gosto ao pé” após o “hat-trick” apontado ao Sassuolo na última jornada.

Os três pontos conquistados em Florença permitiram à Juventus ascender provisoriamente à liderança da Série A, ficando a aguardar o desempenho do Nápoles ao início da noite desse sábado. Os napolitanos não vão ter missão fácil na receção à Lazio, uma das boas equipas do campeonato, e precisam de vencer para reassumir o primeiro lugar da tabela, uma vez que a Juve tem nesse momento dois pontos de vantagem.

Os jogos “grandes” não param para a Juve e é já na próxima rodada que discute o “derby” da cidade de Turim com o Torino.

Boas Apostas!