O treinador Jorginho não seguirá no comando do Vasco da Gama na próxima temporada. Depois de conquistar o Campeonato Carioca de 2016 e de garantir no último sábado (26) o acesso da equipe para a Série A do Campeonato Brasileiro de 2017, o comandante definiu junto à diretoria carioca o seu desligamento do Vasco depois de um ano e três meses a frente do clube.

Treinador Jorginho ao lado de Eurico Miranda durante coletiva.

Treinador Jorginho ao lado de Eurico Miranda durante coletiva.

O anúncio foi feito na última segunda-feira (28), quando o presidente do Vasco, Eurico Miranda, convocou uma coletiva de imprensa, onde oficializou a saída de Jorginho do comando do Vasco. “Estamos deixando o cargo neste momento. Tivemos uma conversa de mais de uma hora, quase que um relatório do que se passou”, afirmou Jorginho durante a coletiva de imprensa. O treinador não resistiu à pressão sofrida por todo o elenco vascaíno, principalmente sobre Jorginho, por conta da queda de rendimento da equipe durante o segundo turno da Série B do Campeonato Brasileiro. Na primeira parte da competição, o Vasco liderava a segunda divisão com resultados muito positivos, conseguindo doze vitórias, três empates e quatro derrotas, porém, no segundo turno não repetiu os resultados e ficou perto de permanecer na Série B, conseguindo o acesso apenas na última rodada, quando venceu de virada o Ceará por 2×1 no Maracanã e terminou a Série B na terceira colocação, estando um ponto atrás do segundo colocado, Avaí e onze pontos atrás do líder e campeão, Atlético-GO. “O trabalho foi muito bem feito, começamos o ano muito bem, fomos campeões carioca invictos. Tivemos uma queda, isso acarretou alguns problemas”, afirmou o treinador na coletiva.

Acesso para a Série A

Jorginho como treinador do Vasco da Gama.

Jorginho como treinador do Vasco da Gama.

O treinador Jorginho, que já comandou equipes como Goiás, Figueirense, Flamengo e Ponte Preta, chegou ao Vasco da Gama em agosto de 2015, assumindo o lugar de Celso Roth e tendo como missão evitar o rebaixamento da equipe carioca no Campeonato Brasileiro daquele ano, onde o Vasco até em então estava na última colocação. Mesmo conseguindo resultados relativamente positivos no returno da competição, conseguindo sete vitórias, sete empates e quatro derrotas, os resultados não foram suficientes para tirar a equipe da zona de rebaixamento e o Vasco acabou sendo rebaixado, terminando o Brasileirão na décima oitava colocação, dois pontos atrás da primeira equipe fora da zona de rebaixamento, Figueirense.

Porém, no ano seguinte, a equipe se reorganizou e o treinador conquistou o título do Campeonato Carioca, passando por equipes como Flamengo nas semifinais e Botafogo na final. Durante a Série B do Campeonato Brasileiro de 2016, o Vasco seguiu conseguindo vitórias, liderando a segunda divisão do futebol brasileiro com doze vitórias, três empates e quatro derrotas nas dezenove partidas disputadas no primeiro turno. Já no segundo turno, a equipe caiu de rendimento, ficando cinco jogos sem vitórias e terminando a competição na terceira colocação e garantindo a sua vaga da Série A do Campeonato Brasileiro apenas na última rodada. Nesta sua passagem pelo Vasco da Gama, o técnico Jorginho disputou 87 partidas, conseguindo 43 vitórias, 24 empates e 19 derrotas, um aproveitamento de 49%.

Possíveis substitutos

Mesmo com a temporada já encerrada, o Vasco da Gama ainda não liberou seus jogadores, os quais deverão realizar exames antes de saírem de férias, algo que geralmente acontece durante a pré-temporada. Além disso, a equipe carioca já está atrás de um substituto para o cargo do técnico Jorginho, tendo já alguns nomes que poderão assumir o comando técnico vascaíno na pré-temporada. Entre os principais nomes estão o de Cristóvão Borges e Ricardo Gomes, ambos que já tiveram suas passagens pelo Vasco da Gama conseguindo bons resultados. O ex-treinador do Atlético-PR e Corinthians, Cristóvão Borges, foi vice-campeão brasileiro em 2011 e chegou às quartas de final da Copa Libertadores do ano seguinte, sendo eliminado pelo Corinthians, que seria o campeão. Já o ex-treinador do São Paulo, Ricardo Gomes, também esteve no Vasco em 2011, conquistando a Copa do Brasil, título até então inédito para o Vasco da Gama. Porém, um tempo depois teve que deixar o comando técnico do clube devido ao AVC que sofreu durante uma partida contra o Flamengo em agosto.

Boas Apostas!